25.8 C
Serra
sábado, 18 de janeiro de 2020

Bombeiros resgatam gata em local de difícil acesso em Vitória

Leia também

Novo surto de dengue | Confira a ‘Charge do TN’ desta semana

Um aviso emitido pelo Ministério da Saúde deixou diversos municípios capixabas em alerta, inclusive a Serra. Isso porque 11...

Poesia e música no Centro Cultural, em São Diogo, neste sábado

Neste sábado (18), às 18 horas, acontece a primeira edição do Sarau do Beco do Centro Cultural Eliziário Rangel,...

Prazer, sou doutor – Confira ‘O Nó da Gravata’ desta sexta

A coluna 'O Nó da Gravata' é escrita pela repórter de política, Maria Nascimento. Os textos são publicados...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Para resgatar a gata os Bombeiros fizeram várias tentativas em mais de uma hora de trabalho. Foto: Divulgação

O Corpo de Bombeiros resgatou uma gata que estava desaparecida há cerca de uma semana nesta quinta (27), em Jardim Camburi, Vitória. O resgate foi feito após diversas tentativas, cerca de uma hora e meia de trabalho, em um condomínio do bairro, num local de difícil acesso, sem iluminação e pouco ventilado.

A gata chamada Pipoca estava sendo procurada por seus donos há cerca de sete dias e foi localizada por uma moradora que passava pelo local e escutou os miados do animal.

Os bombeiros foram acionados pela CPI dos Maus-Tratos Contra os Animais, que recebeu o pedido de ajuda. A deputada Janete de Sá (PMN), presidente da CPI, foi acionada na quarta-feira (26) à noite para resgatar a gata que caiu do telhado do prédio de quatro andares, em um fosso de difícil acesso, em um condomínio em Jardim Camburi.

A ação contou com o trabalho dos militares Tenente Penna Fort, 2º Sargento Geraldo, Cabo Louzada, Cabo Albani e Cabo Baiense. Para resgatar a gata, os bombeiros precisaram abrir um buraco no banheiro de um dos apartamentos para ter acesso ao animal que estava confinado.

“Agradecemos o trabalho eficiente e incansável de nosso querido Corpo de Bombeiros Militar, que prontamente atendeu a solicitação da CPI e não poupou esforços para salvar o felino”, ressaltou a deputada Janete.

A protetora Marcia Guerra, que faz parte da diretoria da Sociedade Protetora dos Animais – Sopaes, levou a gata para uma clínica veterinária e vai ficar responsável pelo mesma enquanto a CPI investiga se houve negligência do tutor.

Comentários

Mais notícias

Poesia e música no Centro Cultural, em São Diogo, neste sábado

Neste sábado (18), às 18 horas, acontece a primeira edição do Sarau do Beco do Centro Cultural Eliziário Rangel, em São Diogo. O evento...

Prazer, sou doutor – Confira ‘O Nó da Gravata’ desta sexta

A coluna 'O Nó da Gravata' é escrita pela repórter de política, Maria Nascimento. Os textos são publicados todas as sextas-feiras na edição...

Acabou o tempo de Audifax | Leia o editorial do Tempo Novo

Por Yuri Scardini  Está marcado para logo após o Carnaval (final de fevereiro) a revelação do prefeito Audifax Barcelos (Rede) sobre o escolhido para defender...

Apocalipse das águas | Leia o editorial do Tempo Novo

Por Bruno Lyra Estudo do pesquisador Ângelo Fraga Bernardino, do Departamento de Oceanografia da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), confirmou a contaminação crônica por...

Você também pode ler

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!