28.2 C
Serra
domingo, 15 de dezembro de 2019

Bares e hotéis fecham alta temporada no vermelho

Leia também

Morador da Serra é o inventor da célula de segurança para coletores de lixo

Jean Carlos Gonçalves é o inventor do equipamento, que pode salvar vidas de coletores de lixo em todo o país

Sermus anuncia ‘pacote de bondade’ do Executivo

Conteúdo patrocinado Faltando 17 dias para terminar o ano, o presidente do Sindicato dos Servidores da Serra -Sermus, Osvaldino Luiz...

Vanessa da Mata, Jeremias Reis e Natércia Lopes em show gratuito na Praça do Papa

Um dos ícones da MPB, Vanessa da Mata, será a convidada especial do Natal de Encantos 2019 que acontece...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Ônibus queimado em Manguinhos no dia 6 de fevereiro: caos na segurança prejudicou ainda mais o setor que já sofria com a crise econômica. Foto: Divulgação

Caio Dias

Se já não estava fácil para o setor de turismo e lazer por conta da crise econômica, com o caos na segurança pública do Estado, a situação piorou mais ainda. A alta temporada para hotéis, pousadas, restaurantes e bares na Serra e no ES acabou muito aquém do esperado.

Outro duro golpe no setor foi o cancelamento da maior feira de mármore da América Latina, a “Vitória Stone Fair”, que aconteceria entre os dias 14 a 17 de fevereiro no Pavilhão de Carapina. O evento não aconteceu também pelo colapso na segurança do ES.

O Sindicato dos Restaurantes, Bares e Similares do Espírito Santo (Sindbares), por meio de nota, informou que por conta da crise econômica, o setor de bares e restaurantes, pelo segundo ano consecutivo, não teve o tradicional aumento do movimento no verão que geralmente é na casa dos 30%. E pior, por conta da crise na segurança, houve prejuízo de cerca de 30%.

O resultado é que muitos estabelecimentos não fizeram as contratações temporárias que sempre aconteciam na alta temporada. Com as contas no vermelho, algumas casas correm o risco de fechar as portas.

O Sindicato Intermunicipal dos Trabalhadores em Hotéis (Sintrahoteis) também informou por meio de nota, que o Espírito Santo é um dos principais destinos dos mineiros e que algumas agências de turismo de Minas Gerais cancelaram os pacotes turísticos para o Estado. Muitos que viriam para cá mudaram de destino. Antes mesmo do caos na segurança por conta da greve da PM iniciada no dia 04 de fevereiro, donos de hotéis e pousadas da Serra já relatavam queda na movimentação em relação ao verão de 2016, que já tinha sido ruim.  

Apesar do cenário negativo, o presidente do Sintrahoteis, Odeildo Ribeiro, é otimista. “O Espírito Santo é lindo, com muitas atrações turísticas que agradam os mais variados gostos. Praias, região serrana, ecoturismo, feiras e eventos de grande porte, culinária maravilhosa e uma gastronomia de primeira. O capixaba é forte, talentoso e vai superar tudo com maestria”, vaticina.

Comentários

Mais notícias

Sermus anuncia ‘pacote de bondade’ do Executivo

Conteúdo patrocinado Faltando 17 dias para terminar o ano, o presidente do Sindicato dos Servidores da Serra -Sermus, Osvaldino Luiz Marinho, traz uma boa notícia...

Vanessa da Mata, Jeremias Reis e Natércia Lopes em show gratuito na Praça do Papa

Um dos ícones da MPB, Vanessa da Mata, será a convidada especial do Natal de Encantos 2019 que acontece neste sábado (14), a partir...

Sábado e domingo com mostra de filmes, auto de Natal e palestra em São Diogo

O Centro Cultural Eliziário, em São Diogo, na Serra, vai promover neste fim de semana uma série de agendas antes de seu recesso que...

Dia Nacional do Forró com show de Trio Lubião de graça no Parque da Cidade

Forrozeiros de todo Brasil comemoram o Dia Nacional do Forró nesta sexta-feira (13). E na Serra, vai ter festa em alusão a data e...

Você também pode ler

Conteúdo patrocinado

Comentários
javascript:void(0)
close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!