Auditório do Senac abre as portas para falar sobre conscientização da demência de Alzheimer

0
Auditório do Senac abre as portas para falar sobre conscientização da demência de Alzheimer
Alzheimer é uma enfermidade incurável que se agrava ao longo do tempo, mas pode e deve ser tratada. Quase todas as suas vítimas são pessoas idosas. Foto: Agência Brasil

O próximo sábado (21) é comemorado o Dia Mundial de Conscientização da Demência de Alzheimer – a data é utilizada para reforçar a importância da prevenção e do diagnóstico da doença. Várias organizações no país desenvolvem campanhas e eventos a fim de divulgar mais informações sobre o problema, além de ressaltar a importância do suporte aos familiares de pacientes. E em Vitória, no sábado (21)  vai ter um evento no Auditório do Senac, em Bento Ferreira com essa finalidade.

A agenda é direcionada a cuidadores e profissionais de saúde, além de familiares, estudantes e população em geral. A realização é da Abraz-ES (Associação Brasileira de Alzheimer Regional Espírito Santo).

A programação no Auditório do Senac começa às 12h30 e às 13h tem abertura do evento com fala da doutora Sabah Rajab, presidente da Abraz-ES. Logo em seguida, tem palestra com o tema ‘Espiritualidade na identidade do paciente com Alzheime’r’ com Elizabeth Pavão.

Logo em seguida, o tema é ‘Como identificar a Demência de Alzheimer’ com a médica neurologista Jovana Gobbi Ciriaco, da Universidade Federal do Espírito Santo.

Logo mais, às 15h45, a geriatra Vilma Camara, da Univesidade Federal Fluminense do Rio de Janeiro falará sobre ‘O combate ao estigma da Demência de Alzheimer: uma iniciativa global’.

As inscrições são feitas na hora e no local do evento. As vagas são limitadas: 170 e o evento é gratuito. O certificado para quem quiser, custa R$ 10.

Sobre o Alzheimer

A Doença de Alzheimer é uma enfermidade incurável que se agrava ao longo do tempo, mas pode e deve ser tratada. Quase todas as suas vítimas são pessoas idosas. Talvez, por isso, a doença tenha ficado erroneamente conhecida como “esclerose” ou “caduquice”.

A doença se apresenta como demência, ou perda de funções cognitivas (memória, orientação, atenção e linguagem), causada pela morte de células cerebrais. Quando diagnosticada no início, é possível retardar o seu avanço e ter mais controle sobre os sintomas, garantindo melhor qualidade de vida ao paciente e à família.

Sobre a Abraz

A ABRAz – Associação Brasileira de Alzheimer é membro de uma rede de pessoas e organizações nacionais e internacionais envolvidas com a Doença de Alzheimer e tem como missão oferecer apoio social, emocional e informativo a familiares. Além disso, faz parte a promoção de estimulação cognitiva e social a pacientes, produção e difusão de conhecimento sobre a Doença de Alzheimer e outras demências e a articulação com agentes que promovem ações em benefício dos pacientes e cuidadores.

Os objetivos da instituição é representar os interesses da pessoa com demência e sua família junto aos governos municipais, estaduais e federal, oferecer e ampliar a criação de Grupos de Apoio, produzir material informativo de amplo alcance e distribuição, oferecer programas sociais,  produzir materiais e atividades que favoreçam a relação entre pacientes e familiares, ministrar cursos de atualização, incentivar pesquisas científicas na área, organizar congressos e jornadas sobre o tema, esclarecer as dúvidas e orientar sobre os procedimentos voltados à assistência ao paciente com Alzheimer e difundir as ações por meio das Regionais e Sub-regionais para todo o País.

Quer conhecer mais sobre o trabalho da Abraz? Visite o site da instituição pelo www.abraz.com.br.

 

Comentários