25 C
Serra
quarta-feira, 02 de dezembro de 2020

Audifax nomeia nova secretária de Educação da Serra

Leia também

Serra poderá ganhar mais uma vaga na Assembleia Legislativa

O resultado da eleição 2020 impactou na composição da Assembleia Legislativa. E com as mudanças a Serra pode alcançar...

Habilitações vencidas em 2020 terão um ano a mais de validade

Está em vigor, a partir de hoje (1º), a resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) que restabelece os prazos...

Matrículas abertas para novos alunos em creches da Serra

A pandemia causada pelo coronavírus fez com que todas as cidades brasileiras suspendessem as aulas presenciais. Mesmo assim, as...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Munira Masruha é a nova secretária de Educação da Serra. Foto: Everton Nunes

Após a queda do ex-secretário de Educação da Serra, Gelson Junquilho, por divergências sobre a retomada das aulas presenciais na cidade, o prefeito Audifax Barcelos (Rede), nomeou Munira Masruha Bortolini, de 57 anos, para assumir a pasta. Agora, a Educação do município está sob o comando da nova secretária, que é pós-graduada em Geografia Humana e já trabalhou em áreas da Prefeitura da Serra e também de Vitória.

A nomeação de Munira Masruha acontece com quatro meses para o término do mandato de Audifax, que segundo informações, exonerou Gelson Junquilho, por conta de algumas divergências sobre o retorno ou não das aulas presenciais na Serra. Na ocasião, circularam nos bastidores políticos que o então secretário não concordava com a volta às aulas na cidade. A demissão do ex-secretário foi noticiada pelo TEMPO NOVO no dia 17 de agosto. Nesta semana, a Prefeitura da Serra confirmou a nova titular da pasta.

Munira já atuou como diretora do Departamento de Ensino da Serra em 2017. Além disso, de 2010 a 2012, exerceu a função de subsecretária de Gestão de Pessoas na Secretaria Municipal de Educação de Vitória. Depois desse período retornou à Serra como subsecretária de Educação, entre 2013 e 2015. Teve passagens na Secretaria da Fazenda da Serra, em 2016, e, como professora, em 2017.

Por último, a atual secretária foi nomeada, em 2017, como subsecretária Administrativa da Secretaria de Educação da Serra, e agora no último dia 17, assumiu como secretária de Educação do município no último dia 17 de agosto.

Possível volta às aulas gera polêmica entre professores, pais e alunos da Serra

Sem data concreta para retorno, as escolas da Serra já começaram a ser preparadas para a possível volta às aulas, que pode ocorrer ainda em outubro deste ano em todas as cidades capixabas. De acordo com a Secretaria Municipal de Educação, todas as alternativas estão sendo estudadas, para garantir mais segurança no retorno dos alunos, como o rodízio de estudantes, uso obrigatório de máscaras, distanciamento de 1,5 metro dentro da sala de aula e 2 metros no refeitório.

Além disso, o Município já elaborou um protocolo de segurança, assim como o Governo do Estado. Nesse documento, ficam definidas regras e medidas para conter o avanço do coronavírus, que também é possível dentro das escolas.

Ao TEMPO NOVO, a Prefeitura da Serra também informou que já está realizando licitações de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), como máscaras para professores, demais funcionários das escolas e estudantes. Já estão sendo adquiridos também álcool em gel, totem dispay, papel toalha e outros. Apesar disso, é importante destacar, que não existe uma data definida para a volta às aulas em escolas de ensino fundamental ou médio da Serra.

Conforme informado, existia uma possibilidade de abertura das unidades escolares em todo o Espírito Santo ainda neste mês de setembro, mas isso já foi descartado pela Secretaria de Estado da Educação. De acordo com o governador Renato Casagrande (PSB), existe um “grande desejo” para que essa volta definitiva aconteça em outubro.

Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Audifômetro: faltam 30 dias para o fim do governo Audifax na Serra
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!