• CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 33.518 casos
  • 683 mortes
  • 32.183 curados
26.1 C
Serra
domingo, 17 janeiro - 2021
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 33.518 casos
  • 683 mortes
  • 32.186 curados

Audifax comenta resultado das eleições e deseja “boa gestão” a Sérgio Vidigal

Leia também

ES recebe 1,5 milhão de seringas para vacinação contra a Covid-19

Chegou ao Estado na manhã deste sábado (16), a primeira remessa de 1,5 milhão de seringas que serão utilizadas...

Advogado mata adolescente que tentava assaltar mulher na Serra

Um adolescente foi morto, na tarde desta sexta-feira (15), ao tentar assaltar uma mulher na avenida Talma Rodrigues Ribeiro,...

Prefeitura fiscaliza bares para flagrar aglomeração e conter Covid-19 na Serra

Pensando em conter o avanço do coronavírus e conscientizar a população, a Prefeitura da Serra está intensificando ações de...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há seis anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Fábio foi o candidato que disputou o comando da Prefeitura da Serra com apoio de Audifax Barcelos. Foto: Divulgação

O resultado é oficial: Sérgio Vidigal (PDT) será, mais uma vez, prefeito da Serra. De acordo com a Justiça Eleitoral, 100% das urnas já foram apuradas. Os dados mostram que Vidigal teve 111.920 votos, o equivalente a 54,90% dos votos válidos (excluindo brancos e nulos). E o atual chefe do Executivo municipal, Audifax Barcelos (Rede) comentou o resultado das eleições. Ele era o principal apoiador do candidato que disputava com Vidigal, Fábio Duarte (Rede).

A declaração de Audifax foi publicada nas redes sociais. Ele desejou uma “boa gestão” a Vidigal e ainda destacou que essa eleição foi atípica por conta da pandemia causada pelo coronavírus.

“Essa foi uma eleição atípica. A pandemia tirou das campanhas o seu principal instrumento de trabalho, que é o corpo a corpo, o contato direto com o eleitor. O tempo reduzido de campanha também foi outro obstáculo para os candidatos que representam a nova geração de políticos, já que eles tiveram pouco tempo para apresentar as suas propostas. Além disso, a Serra foi impedida de ter programa na televisão”, disse o prefeito.

Audifax também criticou as pesquisas eleitorais e deixou mensagem para Vidigal.

“Desejo uma boa gestão ao futuro prefeito, me coloco à disposição para uma transição responsável. Espero que ele mantenha a Serra no bom caminho, honre seus compromissos com os eleitores e governe para todos”, afirmou.

Vale destacar que durante a eleição, Audifax não poupou críticas a Vidigal. Ele foi o principal apoiador de Fábio Duarte e tentou emplacar o nome do vereador como uma opção de continuidade.

Vitória de Vidigal

Conforme informado pelo TEMPO NOVO, os dados do Tribunal Superior Eleitoral mostram que Vidigal teve 111.920 votos, o equivalente a 54,90% dos votos válidos (excluindo brancos e nulos). O próximo chefe do Executivo, que comandará a administração municipal pelos próximos quatro anos, já foi prefeito da cidade em outras três ocasiões: 1996, 2000 e 2008.

Com Sérgio Vidigal, em primeiro lugar na votação do segundo turno, Fábio Duarte ficou em segundo lugar e conquistou 91.931 eleitores, um total de 45,70% dos votos. As últimas pesquisas divulgadas por veículos de comunicação mostravam que o ex-prefeito liderava os levantamentos e poderia ser eleito de primeira. Vidigal também manteve sua liderança que já vinha desde o primeiro turno, que ocorreu no dia 15 de novembro.

A cidade teve, nesse segundo turno, 203.851 votos em Vidigal e Fábio. Além disso, 8.112 votos brancos e 11.181 nulos.

Veja nota completa de Audifax:

“Essa foi uma eleição atípica. A pandemia tirou das campanhas o seu principal instrumento de trabalho, que é o corpo a corpo, o contato direto com o eleitor.

O tempo reduzido de campanha também foi outro obstáculo para os candidatos que representam a nova geração de políticos, já que eles tiveram pouco tempo para apresentar as suas propostas. Além disso, a Serra foi impedida de ter programa na televisão.

Da mesma forma, as pesquisas, que, por sinal,  erraram todas as projeções na Serra, não trouxeram a realidade desse processo eleitoral. Ainda assim, a cidade teve a eleição mais equilibrada da Grande Vitória.

Desejo uma boa gestão ao futuro prefeito, me coloco à disposição para uma transição responsável. Espero que ele mantenha a Serra no bom caminho, honre seus compromissos com os eleitores e governe para todos.

Parabenizo o candidato Fábio Duarte pela vitória política que obteve nesta eleição e pela coragem de ter levantado a bandeira da honestidade e da modernidade na gestão pública.

O meu agradecimento aos amigos, militantes, ao meu partido, Rede, aos partidos aliados PMN, Podemos e Patriota, que nos apoiaram e estiveram conosco até o final.

À população da Serra, a minha gratidão pelo carinho de sempre e os meus votos sinceros de que a escolha feita hoje traga prosperidade para todos.”

Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há seis anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!