21.1 C
Serra
quinta-feira, 04 de junho de 2020

Assembleia mantém veto de Hartung e Lamas não emplaca Lei do IPVA

Leia também

Mais três moradores da Serra morrem por coronavírus e cidade já tem 169 óbitos

Em apenas 24 horas, a Serra registrou três novas mortes causadas pela Covid-19. A informação foi divulgada pela Secretaria...

Mais de 2.285 pessoas já foram contaminadas pelo coronavírus na Serra

Continua subindo o número de casos confirmados da Covid-19 na Serra. De acordo com a última atualização divulgada pela...

Para conviver com filhos, pais separados devem se adaptar na quarentena

Este artigo não remete necessariamente a opinião do Portal Tempo Novo, mas sim do advogado Leandro Sarnáglia. Desde o início...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

O deputado Bruno Lamas é o proponente da sessão especial que acontece hoje (1). Foto: Divulgação
A decisão aconteceu na quarta-feira (29). Foto: Divulgação

A Assembleia Legislativa manteve o veto do governador Paulo Hartung (PMDB) ao Projeto de Lei (PL) 223/2015 de autoria do deputado Bruno Lamas, que fixa em até quatro parcelas o pagamento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA). A decisão aconteceu na sessão desta quarta-feira (29).

O PL altera a redação do caput do artigo 16, da Lei 6.999, de 27 de dezembro de 2001, que versa sobre o IPVA, definindo o seu pagamento de forma parcelada. Mas na justificativa do veto, a administração estadual adverte que para veículos novos a nova redação não é aplicável, já que devem sair das concessionárias com o imposto recolhido e, assim, adquirir o licenciamento. Com isso, a Lei abriria brecha para que proprietários tivessem em mãos o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRVL), mesmo com o pagamento de três parcelas do IPVA a vencer.

O projeto que é de autoria do deputado estadual Bruno Lamas (PSB), comemorou a sua aprovação com outdoors no município da Serra. Lamas foi advertido pelo juiz eleitoral Alexandre Farina Lopes, após ação de iniciativa do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), por suposta propaganda irregular antecipada e abuso de poder econômico, a retirar todos os outdoors afixados na cidade com este conteúdo, sob pena de multa diária de R$ 1 mil. Agora, o deputado tem como opção apresentar novo projeto prevendo o parcelamento, mas excluindo a possibilidade do parcelamento aos veículos novos.

Comentários

Mais notícias

Mais de 2.285 pessoas já foram contaminadas pelo coronavírus na Serra

Continua subindo o número de casos confirmados da Covid-19 na Serra. De acordo com a última atualização divulgada pela Secretaria de Estado da Saúde...

Para conviver com filhos, pais separados devem se adaptar na quarentena

Este artigo não remete necessariamente a opinião do Portal Tempo Novo, mas sim do advogado Leandro Sarnáglia. Desde o início do ano nosso país tem...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!