Após derrubar projeto, vereadores querem audiência para discutir proibição de carroceiros

0
Após derrubar projeto, vereadores querem audiência para discutir proibição de carroceiros
Vereadores não aprovaram projeto e agora querem discutir tema. Foto: Gabriel Almeida

Após derrubar um projeto da Prefeitura da Serra que pretendia regularizar a situação dos carroceiros na cidade, os vereadores do município irão realizar uma audiência pública para debater o mesmo assunto. A proposta derrubada pela Câmara havia sido enviada pelo prefeito Audifax Barcelos (Rede) e proibiria a circulação de veículos com tração animal regulamentada por uma lei estadual, mas iria indenizar os carroceiros, além de oferecer cursos de qualificação profissional.

Agora, no dia 16 de julho, será realizada uma Audiência Pública convocada pelo vereador Aécio Leite – que votou contra a proibição das carroças na cidade – com o tema “alternativas de transportes de cargas no município da Serra”. Além de realizar o evento, o vereador ainda está realizando uma enquete em seu Facebook para saber o que a população acha sobre a proibição.

|Leia também: Câmara rejeita projeto e deixa 200 carroceiros sem indenização e trabalho

O TEMPO NOVO tentou contato com o vereador que propôs a audiência para que ele passasse mais informações sobre o que será decidido e debatido durante o evento, mas não obteve retorno. Mas de acordo com a assessoria de comunicação da Câmara da Serra, a audiência vai começar as 16h e vai acontecer no plenário da Casa de Leis.

Vale destacar, que a circulação de carroças em cidades com mais de 100 mil habitantes já é proibida, desde janeiro de 2017, por uma lei estadual da deputada Janete de Sá. De acordo com a Prefeitura da Serra, o projeto que foi derrubado pela Câmara visava regularizar a situação da categoria. O município pretendia oferecer indenização, subsídio, cursos profissionalizantes e encaminhamento ao mercado de trabalho.

A circulação de veículos com tração animal já é proibida na cidade e a prefeitura pode multar os carroceiros que não cumprirem a lei.

Comentários