Amaro Neto e Nunes são os deputados ‘estrangeiros’ mais votados na Serra

0

Por Anderson Soares

Amaro e Nunes não têm base eleitoral na cidade mas foram, respectivamente, o 2º e o 3º deputados estaduais eleitos mais bem votados na Serra. Fotos: Divulgação
Amaro e Nunes não têm base eleitoral na cidade mas foram, respectivamente, o 2º e o 3º deputados estaduais eleitos mais bem votados na Serra. Fotos: Divulgação

Eles não moram na Serra, mas foram eleitos deputados estaduais com expressiva votação no município. Um é conhecido por ser jornalista e apresentador de um programa policial na TV que abrange todo o Estado. O outro é membro do Partido dos Trabalhadores (PT) que tem forte atuação política na cidade.

São eles Amaro Neto (PPS) e Nunes (PT). Entre os parlamentares eleitos em 2014, os dois elencaram boa quantidade de votos dos serranos. Amaro Neto foi o mais votado do Espirito Santo com 55.408 votos, sendo que na Serra foi o segundo mais votado entre os eleitos conquistando a confiança de 11.416 eleitores. Já o petista José Carlos Nunes ficou em terceiro lugar entre os eleitos na Serra, com 4.243 votos. Em todo estado o petista conquistou 26.740 votos.

A comparação dos votos de Amaro com o do primeiro colocado e único deputado estadual com base eleitoral da Serra, o serrano Bruno Lamas (PSB), dá a dimensão da força do jornalista. Bruno, que foi o mais votado entre os eleitos na Serra, teve de 15.763 contra os 11.416 votos de Amaro na cidade.  Lamas teve 19.809 votos somando com os dos eleitores de outras cidades.

Cidade na agenda

A votação expressiva de Amaro e Nunes na Serra deve colocar a Serra na agenda do mandato dos dois. Sendo assim, Bruno Lamas pode não ser o único deputado a representar os interesses da cidade na Assembleia Legislativa.

Amaro diz que a sua relação com a Serra é bastante estreita. Ele conta que já morou no bairro São Diogo e que possui um apartamento no local. “Tenho uma relação muito legal com o deputado Bruno Lamas, o que vai facilitar a nossa atuação em conjunto em favor do município”, afirmou.

Dos eleitos apenas outros três conseguiram mais de mil votos entre os serranos. O pedetista Euclério Sampaio (2.068), o progressista Cacau Lorezoni (1.723) e o republicano Gilson Lopes (1.120).

Comentários