24.7 C
Serra
domingo, 28 novembro - 2021
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 71.679 casos
  • 1.485 mortes
  • 69.752 curados

Alimentação e ansiedade | Como controlar a ansiedade alimentar durante a quarentena?

Leia também

Capixaba mostra tudo e faz a pole em competição nacional entre feras do automobilismo

O capixaba Anaylson Rui, o Liu, mostrou tudo que sabe fazer e foi pole em competição nacional entre feras...

Perfeição da natureza! Tartaruga cabeçuda desova na praia de Jacaraípe | Veja vídeo

  A natureza é perfeita. Na noite da última sexta-feira (26) uma tartaruga da espécie Caretta Caretta encantou quem passou...

Projeto abre mil vagas para cursos profissionalizantes sem mensalidade na Serra

O projeto Juventude Ativa abriu inscrições para mil vagas de cursos profissionalizantes da etapa de dezembro/janeiro de 2022. O...
Jéssika Butcovskyhttps://www.portaltemponovo.com.br
Jéssika Butcovsky é Nutricionista e especialista em Nutrição Esportiva e Estética e Mestre em Nutrição e Saúde. CRN: 14100945

Neste período de isolamento social, nós nutricionistas, recebemos com frequência queixas de ansiedade e, consequentemente, relatos de aumento de apetite de nossos pacientes. Ainda que essa não seja a sua realidade ou a de todas pessoas, é muito comum que o contexto de isolamento e as “horas extras em casa” gere tédio e ansiedade, que pode afetar sim, o equilíbrio alimentar. Por quantas vezes já não “descontamos na comida” nossas emoções? Pois é, e então nutri, como resolver isso? Organizei aqui algumas dicas que podem ajudá-lo.

🔸Beba água (35mL por kg de peso corporal, faça as continhas);

🔸Inclua na alimentação alimentos ricos em magnésio, ômega 3, vitaminas do complexo B, vitamina C e triptofano, como atum, salmão, sardinha, abacate castanhas, chia, banana, aveia, cacau, espinafre e frutas cítricas;

🔸Evite o açúcar (e claro, também os alimentos industrializados ricos em açúcar);

🔸Desfrute dos chás (camomila, erva-doce, melissa, folhas de maracujá, entre outros);

🔸Cuide do seu intestino! Alimentos ricos em fibras e suplementação de probióticos podem melhorar o funcionamento intestinal (relação direta com ansiedade e depressão);

🔸Se necessário, converse com seu nutricionista sobre suplementação alimentar (por exemplo: zinco, vitaminas do complexo B e triptofano);

🔸Coma devagar e com calma (mastigue mais vezes e mais lentamente), na mesa de jantar (não no sofá), sem interferências de TV e celular (especialmente noticiários);

🔸Organize sua rotina, mesmo que esteja em home office ou sem trabalhar. Tenha horários estabelecidos para preparar e realizar suas refeições;

🔸Durma bem! Tenha horário para dormir e acordar.

Resumindo, mesmo diante deste novo cenário, com algumas medidas simples é possível garantir uma alimentação saudável e equilibrada!

Jéssika Butcovskyhttps://www.portaltemponovo.com.br
Jéssika Butcovsky é Nutricionista e especialista em Nutrição Esportiva e Estética e Mestre em Nutrição e Saúde. CRN: 14100945

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!