23.2 C
Serra
sexta-feira, 05 de junho de 2020

Agora é lei: Serra terá comedouros e bebedouros para cães de rua

Leia também

Mudanças no primeiro escalão da Prefeitura da Serra

Dois secretários municipais, Luciana Malini e Jolhiomar Massariol, foram remanejados entre secretarias da Mulher e da Coordenadoria de Governo...

Serra liberada para investir dinheiro da taxa de luz no combate à covid-19

O município também irá investir em obras e pagamento de precatórios. Valor é referente a 30% da Cosip

Está na Câmara projeto que cria auxílio emergencial de R$ 400 para moradores da Serra

O município da Serra poderá ter seu próprio auxílio emergencial destinado aos moradores financeiramente mais afetados pela crise decorrente...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Segundo estimativa, a cidade tem aproximadamente 15 mil animais de rua. Foto: Reprodução Facebook

Com 15 mil animais abandonados, a Serra terá comedouros e bebedouros para que cães que não tem um lar e vivem nas ruas da cidade possam se alimentar e beber água diariamente. A lei que obriga a instalação desses equipamentos que irão ajudar os animais foi aprovada na Câmara da Serra e publicada no Diário Oficial dos Municípios.

Com a nova lei, fica definido que a instalação dos comedouros/bebedouros será feita pela Prefeitura da Serra em parcerias com entidades – por exemplo: ONGs que resgatam e cuidam de animais de rua. Os equipamentos deverão ser de cano PVC e serão adaptados para receber até quatro quilos de ração diariamente.

A medida ainda prevê que as entidades irão escolher voluntários para que monitorem e cuidem dos pontos instalados. “Os custos do projeto serão realizados por empresas da iniciativa privada e voluntários, que passarão por uma entrevista e assinarão um termo de compromisso em monitorar os pontos”, afirma o vereador.

Sendo assim, o custo de ração, instalação dos equipamentos e manutenção não será de responsabilidade do município, mas sim das iniciativas privadas e entidades. O PL também não define quantos equipamentos serão instalados pela cidade, mas prevê que os equipamentos sejam colocados em locais que tenham maior concentração de animais.

A proposta que se tornou lei foi uma iniciativa do vereador Basílio da Saúde (Pros). O Projeto de Lei foi aprovado pela Câmara da Serra e seguiu para as mãos do prefeito Audifax Barcelos (Rede) que tinha as opções de vetar ou sancionar a lei, mas Audifax perdeu o prazo. Com isso, o presidente da Câmara, Rodrigo Caldeira (Rede) publicou a lei no Diário Oficial dos Municípios.

O TEMPO NOVO entrou em contato com a Prefeitura da Serra para o Município comentar sobre o assunto, assim que a demanda for respondida, será publicada neste espaço.

Serra tem 15 mil animais de rua, diz estimativa

De acordo com uma estimativa divulgada pela Prefeitura da Serra, a cidade conta com 75 mil animais domésticos, sendo que 15 mil estão abandonados em ruas da cidade. Por meio de nota, o município disse que estima-se que a população de cães seja em torno de 75 mil animais, e cerca de 20% estejam em situação de rua. Os gatos são em torno de 11 mil, sendo 10% em situação de rua. Dados da Prefeitura, em 2018, a prefeitura vacinou 59.427 cachorros contra a raiva e 9.459 felinos.

Comentários

Mais notícias

Serra liberada para investir dinheiro da taxa de luz no combate à covid-19

O município também irá investir em obras e pagamento de precatórios. Valor é referente a 30% da Cosip

Está na Câmara projeto que cria auxílio emergencial de R$ 400 para moradores da Serra

O município da Serra poderá ter seu próprio auxílio emergencial destinado aos moradores financeiramente mais afetados pela crise decorrente do coronavírus. Isso porque já...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!