25.4 C
Serra
quarta-feira, 12 de agosto de 2020

A poucos meses da eleição, Serra têm 11 pré-candidatos a prefeito(a)

Leia também

Terceirizados da Vale fazem protesto e bloqueiam entrada da empresa em Carapina

Funcionários de empresas terceirizadas estão bloqueando a portaria da Vale, em Carapina, na manhã desta quarta-feira (12). A manifestação...

Com mais quatro moradores mortos em 24h, Serra já possui 450 óbitos por Covid-19

Após registrar uma diminuição no número de mortes diárias causadas pela Covid-19, a Serra teve um novo aumento: seis...

Quer emprego? Empresas abrem 140 vagas de trabalho nesta quarta na Serra

Quem está procurando uma oportunidade de trabalho deve ficar atento. Isso porque várias empresas abriram vagas de emprego nesta...
Yuri Scardinihttps://www.portaltemponovo.com.br
Morador da Serra, Yuri Scardini é o editor de política do Tempo Novo. Além de sua área, o jornalista, escreve para outras editorias do portal.

Com a data da eleição municipal definida, dia 15 de novembro e 29 para as cidades onde for haver segundo turno, os partidos e suas lideranças começam a se movimentar, tentando trazer o assunto para o debate, em meio a uma pandemia, onde as pessoas estão preocupadas em sobreviver, tanto do ponto de vista físico como econômico.

Assuntos como política e eleição vão ficar em um plano secundário. Entretanto, nunca foi tão importante falar de eleições, já que serão os líderes escolhidos que guiarão a cidade no pós-pandemia. Mas até lá, será um desafio a mais para os partidos e candidatos a prefeito e vereador, tirar o eleitor de casa para ir votar.

+Leia também: Por que falar de eleição em meio a pandemia?

O quadro que se apresenta no momento

Serra tem 11 pré-candidatos a prefeito(a), em ordem da imagem: Alexandre Xambinho, Amaro Neto, Vandinho Leite, Fábio Duarte, Bruno Lamas, Fernanda Souza, Gracimeri Gaviorno, Gustavo Peixoto, Luciana Malini, Márcio Greick, Sérgio Vidigal.

O cenário atual é de uma pulverização de pré-candidatos a prefeito, em torno de 11, que deverá se manter até as convenções partidárias, que será de 31 de agosto a 16 de setembro. A tendência é que nas convenções, esse número fique entre seis a oito candidatos, já que são normais fusões e desistências.

Quem são os pré-candidatos

Nome   Partido O que faz
Luciana Malini Progressista Ex-secretária Municipal de Políticas para a Mulher
Gracimeri Gaviorno PSC Delegada de carreira da Polícia Civil
Márcio Greik MDB Delegado da Polícia Federal
Gustavo Peixoto Pros Médico
Fábio Duarte Rede Vereador
Vandinho Leite PSDB Deputado estadual
Bruno Lamas PSB Deputado estadual
Sérgio Vidigal PDT Deputado federal
Alexandre Xambinho PL Deputado estadual
Amaro Neto Republicanos
Fernanda Souza PT Ex-secretária municipal do Trabalho

 

Já para a eleição de vereador, o país tem 33 partidos aptos a disputarem a eleição; na Serra, esse número não fica longe, entretanto, a previsão é que muitos partidos não atinjam o coeficiente eleitoral, já que as coligações não estarão valendo. Serão 23 vagas em disputa; cada partido pode chegar a 35 candidatos. Estima-se que a Serra terá entre 300 – 350 candidatos a vereador.

No arranjo de forças partidárias, algumas siglas já demonstram notória aliança com pré-candidatos, até pelo fato de que os partidos terem sido montados com o suporte dos mesmos.

Quadro provável de coligação para prefeito, com chapas independentes para vereador;

 

Candidato a prefeito: Fábio Duarte

Partido filiado: Rede

Partidos que deverão estar coligados: Patriotas, Podemos, PMN


Candidato a prefeito: Vandinho Leite

Partido filiado: PSDB

Partidos que deverão estar coligados: PRTB e PMB


Candidato a prefeito: Bruno Lamas

Partido filiado: PSB,

Partidos que deverão estar coligados: DEM, PV e Avante (Cidadania e PC do B em conversa)


Candidato a prefeito: Sérgio Vidigal

Partido filiado: PDT

Partidos que deverão estar coligados: PSD, Solidariedade, PTB


Candidato a prefeito: Márcio Greik

Partido filiado: MDB

Partidos que deverão estar coligados: PTC.


Candidato a prefeito: Alexandre Xambinho

Partido filiado: PL

Partidos que deverão estar coligados: DC, PTC (Republicano, em conversa)


Candidato a prefeito: Gustavo Peixoto

Partido filiado: Pros

Partidos que deverão estar coligados: Conversando com legendas do campo centro/direita.

Bastidores

A incógnita

A consolidação ou não da candidatura de Amaro Neto é a grande dúvida hoje na política local. Nos últimos dias circularam nos bastidores a informação de que ele não será candidato. Ao TEMPO NOVO, a assessoria do deputado desmentiu que haveria qualquer anuncio de desistência, entretanto, as especulações continuam. Alguns apostam que essa dúvida no ar, é estratégia de Amaro para evitar ‘tiroteio político’ antecipado.

Faz parte do jogo

Como o mercado político já trabalha com a possibilidade da não candidatura de Amaro, Xambinho correu na frente em busca do partido, o Republicanos, para o seu arco de aliança. A moeda de troca é o PL em cidades onde o partido de Amaro tem candidato a prefeito.

Campeões de rejeição

Gente próxima de Vidigal avalia que seria melhor a permanência de Amaro no processo e que fossem os dois para o segundo turno. Vidigal e Amaro são campeões de rejeição, entretanto, estima-se que Vidigal estaria menos pior, por isso, num hipotético segundo turno, o ex-prefeito ganharia a eleição, apostam os vidigalistas. Tem muita água para rolar por debaixo dessa ponte.

 Bruno dá o troco

De tanto o grupo de Sérgio Vidigal dizer que Bruno Lamas não seria candidato a prefeito e que o PSB indicaria o vice; os socialistas agora inverteram a retórica e estão espalhando que Vidigal não será candidato e, a pedido do governador Renato Casagrande, vai apoiar Bruno. É muito tiro trocado…

Pé na estrada

Fábio Duarte afirma que na próxima semana a sua pré-candidatura começa a ir para as ruas. Ancorado pelo prefeito Audifax, pela militância da Rede e dos partidos coligados e por um trabalho de marketing sob a responsabilidade de Jane Mary, Fábio está otimista com o crescimento do seu nome para prefeito.

Comentários

Yuri Scardinihttps://www.portaltemponovo.com.br
Morador da Serra, Yuri Scardini é o editor de política do Tempo Novo. Além de sua área, o jornalista, escreve para outras editorias do portal.

Mais notícias

Com mais quatro moradores mortos em 24h, Serra já possui 450 óbitos por Covid-19

Após registrar uma diminuição no número de mortes diárias causadas pela Covid-19, a Serra teve um novo aumento: seis moradores perderam a batalha contra...

Quer emprego? Empresas abrem 140 vagas de trabalho nesta quarta na Serra

Quem está procurando uma oportunidade de trabalho deve ficar atento. Isso porque várias empresas abriram vagas de emprego nesta quarta-feira (12). As oportunidades estão...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!