22.9 C
Serra
quarta-feira, 03 de junho de 2020

Janela para troca de partidos movimenta mercado político

Leia também

Serra vai acolher idosos positivos para Covid-19 em hotel durante quarentena

A Prefeitura da Serra oferece uma nova modalidade de acolhimento no município para idosos e pessoas com deficiência. O...

Em live, prefeito da Serra e do Macapá discutem gestão e pandemia nesta quarta

Os prefeitos Audifax Barcelos (Rede), da Serra, e Clecio Luiz, do Macapá, realizam live nesta quarta-feira (3) para discutir...

Mar destrói barreira de contenção feita em Manguinhos semana passada

Não durou nem uma semana a barreira de contenção feita emergencialmente pela prefeitura da Serra para impedir que o...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Toninho é um dos cotados para deixar o partido, porém afirma que não é seu plano. Foto: Fábio Barcelos
Toninho é um dos cotados para deixar o partido, porém afirma que não é seu plano. Foto: Fábio Barcelos

Conceição Nascimento

Atentos à nova janela para troca de partido, estabelecida pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), e que pode garantir viabilidade política para a reeleição, vereadores da Serra começam a se movimentar.  A janela será entre 2 de março a 2 de abril. Especulações não faltam, ainda mais aquelas envolvendo a Rede e o PMDB, que possuem quatro vereadores cada e são tidas como legendas “pesadas”.

Do PMDB especula-se que Toninho Silva e Jorge Silva poderiam deixar o partido, mas ambos negam. “Estou firme no PMDB e nada desabona minha permanência no partido, onde devo disputar a reeleição para vereador e futuramente o cargo de deputado estadual”, frisou Toninho.
Jorjão também garantiu que fica no partido. “Tenho projetos futuros para o partido e permanecerei filiado”, lembrou.

Após ter seu registro liberado pelo TSE em setembro de 2015, a Rede Sustentabilidade recebeu instantaneamente quatro vereadores, o que pode dificultar a eleição de toda a bancada. Nos corredores da Câmara, especula-se que Alexandre Xambinho e Rodrigo Caldeira poderiam deixar a legenda.

“Não tenho esta intenção”, desconversou Xambinho. Já Rodrigo Caldeira não atendeu ao contato via celular.

O vereador Aldair Xavier deve deixar o seu partido, o PTB, após a mudança na direção estadual da legenda. Ele chegou a anunciar isso na tribuna da Câmara, mas não foi localizado pela reportagem para falar sobre o assunto nesta quinta-feira (18).

Outro vereador que pode encontrar dificuldades para reeleição é o petista Sebastião Sabino, uma vez que a bancada petista tem três vereadores e especula-se que a atual vice-prefeita, Lourência Riani, poderá disputar uma das vagas na Câmara da Serra. “Ainda não fiz conversa neste sentido, nem as contas que o mercado vem fazendo.”, desconversou.

 

Comentários

Mais notícias

Em live, prefeito da Serra e do Macapá discutem gestão e pandemia nesta quarta

Os prefeitos Audifax Barcelos (Rede), da Serra, e Clecio Luiz, do Macapá, realizam live nesta quarta-feira (3) para discutir temas referentes à pandemia do...

Mar destrói barreira de contenção feita em Manguinhos semana passada

Não durou nem uma semana a barreira de contenção feita emergencialmente pela prefeitura da Serra para impedir que o mar avançasse ainda mais em...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!