24.7 C
Serra
domingo, 28 novembro - 2021
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 71.679 casos
  • 1.485 mortes
  • 69.752 curados
Cervo encontrado morto

Veado é atacado por cachorro, tenta fugir e morre nas areias da praia de Jacaraípe

Leia também

Capixaba mostra tudo e faz a pole em competição nacional entre feras do automobilismo

O capixaba Anaylson Rui, o Liu, mostrou tudo que sabe fazer e foi pole em competição nacional entre feras...

Perfeição da natureza! Tartaruga cabeçuda desova na praia de Jacaraípe | Veja vídeo

  A natureza é perfeita. Na noite da última sexta-feira (26) uma tartaruga da espécie Caretta Caretta encantou quem passou...

Projeto abre mil vagas para cursos profissionalizantes sem mensalidade na Serra

O projeto Juventude Ativa abriu inscrições para mil vagas de cursos profissionalizantes da etapa de dezembro/janeiro de 2022. O...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br
Gabriel Almeida é jornalista do Tempo Novo há mais de sete anos. Atualmente, escreve para diversas editorias do jornal.

O veado foi encontrado em Jacaraípe. Foto: Divulgação | Fiscalização Ambiental

A beleza da praia de Jacaraípe – que atrai moradores e turistas todos os dias da semana – foi ofuscada por uma triste cena durante a manhã desta segunda-feira (22). O corpo de um cervo encontrado morto chamou atenção de populares que caminhavam pelas areias do balneário. A história que conta como o animal foi parar ali é, no mínimo, curiosa. O ‘bichinho’ foi atacado por um cachorro, tentou fugir, acabou não resistindo aos ferimentos e morreu.

O animal é da espécie Veado-mateiro e, segundo biólogos, não é raridade na cidade. Sua carcaça apareceu na praia de Castelândia, segundo proprietários de quiosques da região, durante este domingo (21), mas a Fiscalização Ambiental da Serra foi acionada somente nesta segunda-feira.

Ronaldo Freire, Auditor Fiscal de Atividades Urbanas de Meio Ambiente da Serra, conversou com o TEMPO NOVO e disse que o animal possuía diversas mordidas de cachorro em seu corpo, o que indica que ele foi atacado. “Eram muitas mordidas e ele tentou sair, provavelmente de uma mata da região, e conseguiu chegar à praia, onde morreu e depois foi encontrado”, explicou.

Ainda segundo Ronaldo, esse tipo de situação não é comum. “Esses animais não costumam aparecer na praia, então essa é a explicação”. Questionado se é comum ataques de cachorros a cervos, o auditor fiscal disse: “não é comum isso acontecer isso para nós é uma novidade”.

Na linha cronológica dos acontecimentos, moradores avistaram a carcaça do animal e acionaram o Instituto Brasileiro de Fauna e Flora (Ibraff), comandado por Claudiney Rocha. Após isso, o Ibraff solicitou a presença da Fiscalização Ambiental da Serra. No local, a Fiscalização acompanhou a retirada da carcaça do animal – que foi feita de forma correta e seguindo os protocolos determinados.

A reportagem também conversou com Claudiney Rocha. “Nós fomos chamados hoje cedo. Todos achavam que se tratava de um animal marinho, mas não era. O pessoal do quiosque disse que o animal estava lá desde ontem”, contou.

Claudiney afirmou que existem outros cervos na Serra. “Já vimos da espécie na área  de restinga na região de Capuba a Nova Almeida”.

Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br
Gabriel Almeida é jornalista do Tempo Novo há mais de sete anos. Atualmente, escreve para diversas editorias do jornal.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!