22.6 C
Serra
quarta-feira, 27 de Maio de 2020

Tire suas dúvidas sobre o auxílio emergencial de R$ 600 do Governo Federal

Leia também

Fábio Duarte, escolhido por Audifax para ser o seu sucessor, fala um pouco da sua história

Administrar uma Prefeitura como a da Serra, o município mais populoso do Estado, não é para qualquer um. Suceder...

Destruição da Mata Atlântica reduz no ES, mas cresce em outros estados

Em tempos onde Brasília age abertamente para reduzir a proteção ambiental no país, uma boa notícia para os capixabas....

Polícia Rodoviária apreende 1.440 caixas de cervejas sem nota fiscal na Serra

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu uma carga de caminhão com 1.440 caixas de cervejas sem nota fiscal na...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

O auxílio será pago a partir desta semana. Foto: Divulgação / Agência Brasil

O governo começa a pagar na quinta-feira (9) a primeira parcela do auxílio emergencial de R$ 600 para pessoas inscritas no Cadastro Único (CadÚnico) com conta no Banco do Brasil ou poupança na Caixa Econômica Federal. Para os clientes dos demais bancos, o pagamento será feito a partir do dia 14 deste mês.

O segundo pagamento do benefício de R$ 600 ocorrerá entre 27 e 30 de abril, conforme a data de aniversário dos beneficiários. E a última parcela será paga de 26 a 29 de maio. A ideia é que todo o pagamento do benefício – as três parcelas de R$ 600 – seja feito em cerca de 45 dias, totalizando a liberação R$ 98 bilhões para 54 milhões de pessoas.

Hoje (7) foram lançados o site da Caixa e aplicativos para iOS e Android para os trabalhadores informais, autônomos, microempreendedores individuais (MEI) e contribuintes da Previdência que ainda não têm informações no CadÚnico. O cadastramento também é necessário para as pessoas que não estavam no CadÚnico até o dia 20 de março. Quem não sabe se está no cadastro pode conferir a situação ao digitar o número do CPF no aplicativo.

De acordo com a Prefeitura da Serra, as pessoas não devem procurar o Cras do município nem as agências da Caixa e dos demais bancos públicos agora.

Confira as principais perguntas e respostas:

Quem tem direito ao benefício? Trabalhadores informais, microempreendedores individuais (MEIs), contribuintes individuais do INSS e desempregados que se enquadrem nos critérios.

Quais são os critérios? Ser maior de 18 anos de idade; não ter emprego formal; não receber benefício previdenciário ou assistencial, seguro-desemprego ou de outro programa de transferência de renda federal que não seja o Bolsa Família; ter  renda familiar mensal (por pessoa) de até meio salário mínimo (R$ 522,50) ou renda familiar mensal total (tudo o que a família recebe) de até três salários mínimos (R$ 3.135,00); e não ter recebido rendimentos tributáveis, no ano de 2018, acima de R$ 28.559,70.

De quanto será o auxílio? O valor do auxílio será de R$ 600 por pessoa. Em uma família, duas pessoas, no máximo, poderão ser contempladas. Mulheres chefes de família vão receber o auxílio em dobro (R$ 1.200). Ele será pago três vezes.

Como vou receber o dinheiro? O pagamento será feito apenas pelas redes dos bancos públicos federais: Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil (BB), após o cruzamento de dados para definir quem tem direito ao benefício. O saque poderá ser realizado em terminais de atendimento eletrônico, em lotéricas e nas agências.

Governo Federal lança aplicativo para auxílio emergencial

Pessoas que estão em situação de vulnerabilidade social, mas que ainda não estão inseridas no CadÚnico poderão fazer cadastro para receber o auxílio emergencial de R$ 600.

A inserção dos dados será feita por um aplicativo que será lançado pelo Governo Federal nesta terça-feira (07).

Quem já está no CadÚnico receberá o pagamento automaticamente. Nesse caso, o beneficiário adotará o valor mais vantajoso, optando entre o benefício que recebe normalmente ou  o auxílio emergencial.

Segundo o Governo Federal, além do aplicativo, haverá um site e uma central telefônica para o cadastro dos trabalhadores. Quem não tiver como acessar o aplicativo de pagamento receberá um TED.

Com informações da Agência Brasil e assessoria de imprensa da Prefeitura da Serra. 

Comentários

Mais notícias

Destruição da Mata Atlântica reduz no ES, mas cresce em outros estados

Em tempos onde Brasília age abertamente para reduzir a proteção ambiental no país, uma boa notícia para os capixabas. Houve redução de 31% na...

Polícia Rodoviária apreende 1.440 caixas de cervejas sem nota fiscal na Serra

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu uma carga de caminhão com 1.440 caixas de cervejas sem nota fiscal na madrugada desta quarta-feira (27), no...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!