Time do Gaha na final do Estadual de Handebol

0
O time do Gaha vai entrar com força total na Copa Vila Velha. Foto: Divulgação
O time do Gaha está na final do estadual. Foto: Divulgação

Por Thiago Albuquerque

Com início lá em abril, o Campeonato Estadual de Handebol 2015, veio para mostrar qual time é o melhor do Estado. E um deles, o único representante serrano, fez bonito, e chegou a grande final. O time do Gaha está a dois passos do título. Isso tudo depois de um bom começo, queda de rendimento durante a competição, e a volta por cima na semifinal, garantindo a vaga nas finalíssimas.

A vaga veio depois de uma vitória num “clássico” do campeonato: Gaha, contra o time do Sphand de Vitória. O placar não demonstrou a igualdade de resultados durante o ano, com vitórias para ambos os lados.

O jogo que definiu a eliminação do time do SP foi na base da goleada. Na primeira rodada do estadual o Gaha, goleou o SP por 33×16, e nas semifinais com o placar de 29×14 mandou para casa o time da capital do estado.

No jogo que aconteceu no último domingo (08), no ginásio de Jardim Limoeiro, a equipe de Laranjeiras, mostrou um jogo mais coletivo, tendo em vista que dos 15 jogadores do time, 12 balançaram a rede.

Rodrigo, 6 gols; Bruno Guedes, 5 gols; Felipe, Willys e Alysson, 3 gols cada; Com 2 gols, Weverton e Ronney; E com um gol cada, Wagner, Bebeto, Vanderson, Gabriel e o goleiro Kelvin. E o time do SP, dos 15 jogadores, apenas 5 jogadores fizeram gols, o artilheiro do time na partida foi o Wesley de Oliveira, com 6 gols. O jogo teve uma expulsão, o jogador Júlio Cesar do SP.

Agora o time serrano aguarda o confronto deste sábado (14), no ginásio de Jardim Limoeiro, entre Emir de Linhares e o Venda Nova, às 15h para saber quem será seus adversário na final. E de acordo com quem passar, os locais das finais podem ser alterados. Se o time de Linhares passar, o primeiro jogo da final acontece na Serra, no dia 22, e o jogo de volta é decidido em Linhares. Caso o time de Venda Nova avance a final, o time do Gaha decide na Serra.
 

Comentários