22.7 C
Serra
sexta-feira, 03 de julho de 2020

Sem ônibus, Terminal de Laranjeiras sofre vandalismo

Leia também

Viviane Miranda fará segunda live solidária no dia 12 de julho

A cantora Viviane Miranda, moradora de Feu Rosa, na Serra, fará sua segunda live solidária no próximo dia 12...

Como fica o direito da gestante a um acompanhante no momento do parto durante a pandemia

O direito a um acompanhante durante o parto é garantido pela lei federal nº 11.108 de 2005 (lei do...

Serra ultrapassa oito mil casos confirmados de coronavírus e atinge 320 mortes

Seguindo na liderança de casos confirmados de coronavírus no Espírito Santo, a Serra já ultrapassou a triste marca de...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

A cabine de uma das entradas do terminal foi vandalizada. Foto: Gabriel Almeida

A terça-feira (4) começou sem ônibus e com bastante confusão na Grande Vitória. No Terminal de Laranjeiras, na Serra, houve bastante tumulto entre os poucos passageiros que esperavam os coletivos no local. Também houve confusão entre os rodoviários que queriam circular com os coletivos e seus colegas que tentavam impedir a saída.

A cabine de uma das entradas do terminal foi vandalizada. Não há informações de qual horário os dois vidros da cabine foram quebrados, mas passageiros que estavam no local disseram que foram arremessadas pedras no local.

Na manhã desta terça-feira (4), não estavam sendo cobradas passagens nas duas entradas do terminal. Os passageiros entravam sem nenhuma cobrança. Poucos ônibus foram vistos saindo com populares do local.

A Polícia Militar está presente no terminal.

Confira o vídeo de rodoviários tentando impedir a saída de um ônibus clicando aqui.

Passageiros lotaram pontos de ônibus na Serra. Foto: Gabriel Almeida

Nem 10% dos ônibus saíram das garagens, diz GVBus

O GVBusenviou uma nota dizendo que também foi pego de surpresa na madrugada desta terça-feira (4). Disse ainda que nem 10% dos ônibus saíram das garagens, o que comprometeu todo o sistema, e como consequência, o atendimento à população. “Situação que deixa claro que a determinação judicial não está sendo cumprida pelo Sindirodoviários, que mais uma vez surpreende os passageiros, impedindo seu direito de ir e vir, e demonstra não ter nenhum respeito às decisões judiciais”, disse em nota.

O GVBus disse ainda que desde ontem (3) as empresas entraram com uma petição de descumprimento da liminar expedida pela justiça, e o TRT-ES já está mediando a negociação, tanto que marcou uma reunião para amanhã, às 13h30. Por isso, não há motivos para essa radicalização.

“Desde o início nos colocamos à disposição dos trabalhadores para discutir uma proposta coerente com a realidade, inclusive, não medimos esforços para aumentar a oferta de reajuste inicial. Lamentamos mais uma vez a posição do Sindirodoviários e esperamos que em breve esse impasse seja resolvido”, disse na nota enviada.

Comentários

Mais notícias

Como fica o direito da gestante a um acompanhante no momento do parto durante a pandemia

O direito a um acompanhante durante o parto é garantido pela lei federal nº 11.108 de 2005 (lei do acompanhante), que alterou a lei...

Serra ultrapassa oito mil casos confirmados de coronavírus e atinge 320 mortes

Seguindo na liderança de casos confirmados de coronavírus no Espírito Santo, a Serra já ultrapassou a triste marca de oito mil moradores infectados e...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!