Tartarugas nascem na praia de Jacaraípe

0

A primeira desova de tartaruga marinha da espécie Cabeçuda (Caretta Caretta) aconteceu na Serra no último final de semana. O fenômeno ocorreu no sábado (19), em Jacaraípe. Ao todo nasceram 87 filhotes vivos, três mortos e 13 ovos estavam estragados (goro).

De acordo com Claudiney Rocha, responsável pelo Instituto Brasileiro de Fauna e Flora (Ibraff), são 37 ninhos de tartarugas só em Jacaraípe. “O processo de incubamento é de 60 a 70 dias para que os ovos venham a eclodir”, explica.

O ativista ambiental disse ainda que a temporada de desova das tartarugas começou em setembro e vai terminar no fim de março. “O maior risco para estes animais se reproduzirem nas praias da Serra é a iluminação pública, já que os filhotes ao invés de ir para o oceano caminham para as ruas que estão mais iluminadas”, explica.

Dicas para não atrapalhar a desova:

– Não se aproxime quando a tartaruga estiver se reproduzindo

– Nunca tire fotos com flash durante uma desova que acontece pela noite

– Quando alguém encontrar um filhote circulando pelas areias ou ruas das praias, levem imediatamente até o mar.

Confira o vídeo do nascimento das tartarugas indo em direção ao mar:

 

Comentários