• CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 35.593 casos
  • 705 mortes
  • 34.297 curados
23.4 C
Serra
terça-feira, 26 janeiro - 2021
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 35.593 casos
  • 705 mortes
  • 34.297 curados

Superlixão vira problema crônico e ‘tira o apetite’ de moradores em bairro da Serra

Leia também

Coronavac: segunda remessa com mais de 16 mil vacinas chega ao Espírito Santo

Um novo lote da vacina Coronavac, produzida pelo Butantan/Sinovac, chegou ao Espírito Santo  nesta segunda-feira (25). De acordo com...

Vereadores aproveitam o recesso para enviar solicitações de serviços à Prefeitura da Serra

Antes mesmo do início das atividades em plenário, vereadores da Serra já apresentaram projetos, requerimentos de informações e indicações...

Roubo de cabos da OI, em Pitanga, deixa moradores sem internet

Moradores do bairro Pitanga, que fica na região rural da Serra, estão sofrendo com os constantes roubos de cabos...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há seis anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

O lixão é um problema antigo na comunidade. Foto: Gabriel Almeida

Imagina acordar todos os dias, abrir a janela de sua residência e uma das primeiras coisas que você vê é um lixão gigantesco. Essa cena se repete todos os dias para os moradores da rua Santa Luzia, em Cantinho do Céu, na região de José de Anchieta II, na Serra.

Um lixão gigantesco se tornou um imbróglio na comunidade. A equipe de limpeza da Prefeitura da Serra já limpou o local seis vezes só neste ano, mas poucas horas após as ações de retirada do lixo, populares e carroceiros sujam todo o local novamente. Uma das moradoras que sofrem com o problema há anos é a Margarida Souza.

“Moro aqui há muitos anos e esse problema sempre existiu. Todo dia lidamos com o fedor e toda a sujeira que é causada por gente porca (sic). Limpar a prefeitura até limpa, mas pouco depois fica tudo sujo de novo. É sempre assim”, disse.

A moradora ainda diz que deveria existir mais fiscalização por parte do Município. “A prefeitura colocou uma placa para informar que multa e que é proibido sujar ali, mas não adianta. Deveria ter câmera e fiscalização para multar de verdade esses sujões. Queremos um bairro limpo”, afirmou.

O TEMPO NOVO procurou a Prefeitura da Serra para obter mais informações sobre a programação de limpeza na região. Por meio de nota, a Secretaria de Serviços informou que realiza, constantemente, ações de limpeza no local.

Disse ainda que, somente neste ano, foram realizadas seis limpezas, sendo que a próxima está agendada para semana que vem.

“A prefeitura ressalta que quem for flagrado cometendo a ação, é autuado por crime ambiental sujeito a multa”, finalizou o Município em nota.

Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há seis anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!