23.4 C
Serra
quarta-feira, 05 de agosto de 2020

Sol é a fonte de energia para casa em Continental

Leia também

Novo condomínio de R$ 35 milhões pode gerar até 200 vagas de emprego na Serra

Um investimento de R$ 35 milhões e a expectativa de geração de até 200 vagas de empregos diretos. Esse...

Ao custo de R$ 40 milhões, construção da nova Rotatória do Ó é iniciada na Serra

Com um investimento de R$ 40 milhões, a construção da nova Rotatória do Ó foi iniciada nessa semana em...

Desenhar tem sido fuga para menino autista de 13 anos superar pandemia da Covid-19

A arte tem sido a fuga de um menino portador de autismo que mora na Serra para enfrentar a...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Dinaldo Rosário conseguiu reduzir em 6 vezes o valor da conta de lux. Foto: Edson Reis
Dinaldo Rosário conseguiu reduzir em 6 vezes o valor da conta de luz. Foto: Edson Reis

Por Ayanne Karolyne

Quando o assunto é energia solar, existe um serrano que saiu na frente entre os capixabas. O morador de Cidade Continental Dinaldo Rosário dos Santos é o pioneiro em microgeração de energia no Espírito Santo.  Ele, que é eletrotécnico, passou a produzir a própria energia e já investiu R$ 25 mil para isso.

O sistema conta com um aquecedor solar, que aquece 500 litros de água para uso em chuveiros, o que economiza cerca de 30% no consumo. Além disso, ele instalou dez painéis fotovoltaicos no telhado da casa, que funcionam como uma usina solar particular. “Controlo todo consumo residencial através do computador, em tempo real”, explica.

Os resultados já são vistos na conta de energia elétrica. Com três aparelhos de ar condicionado em casa, ele calcula que pagaria cerca de R$ 600 mensalmente. Porém, com a ajuda do sol, o valor não passa de R$ 120.

Santos conta que já instalou o mesmo sistema em quatro residências da Serra, que agora utilizam bem pouco a energia que vem da EDP Escelsa. Para esses moradores, uma medida do Governo Federal vai trazer benefício.

No mês passado, o serrano participou de um congresso de energia renovável no Rio de Janeiro. Segundo ele, o Governo Federal pretende excluir a cobrança de impostos como PIS e CONFINS da conta de energia de quem é micro e minigerador de energia. Isso beneficia Santos e mais quatro famílias serranas que já contrataram o serviço do eletrotécnico e renovaram o sistema de geração.

Produzir a energia é possível desde 2012, quando a Agência Nacional de Energia Elétrica regulamentou a prática.

 

Comentários

Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Mais notícias

Ao custo de R$ 40 milhões, construção da nova Rotatória do Ó é iniciada na Serra

Com um investimento de R$ 40 milhões, a construção da nova Rotatória do Ó foi iniciada nessa semana em Parque Residencial Laranjeiras. A obra,...

Desenhar tem sido fuga para menino autista de 13 anos superar pandemia da Covid-19

A arte tem sido a fuga de um menino portador de autismo que mora na Serra para enfrentar a pandemia do novo coronavírus. Guilherme...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!