23.7 C
Serra
sábado, 16 outubro - 2021
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 71.679 casos
  • 1.485 mortes
  • 69.752 curados

Socióloga vai abordar periferia em evento on-line do Eliziário Rangel neste sábado (11)

Leia também

Câmara da Serra lança campanha para arrecadar e distribuir absorventes íntimos

A discussão sobre pobreza menstrual mobilizou a Mesa Diretora da Câmara da Serra. O presidente da Casa, vereador Rodrigo...

Serrana consegue anular dívida de R$ 14 mil após procurar ajuda no Procon-Ales

Com base na Lei 11.353, de autoria do deputado Vandinho Leite, que diz que moradores atuais das residências não...

Vidigal anuncia programa para castração e recolhimento de cães e gatos no município

O prefeito da Serra, Sérgio Vidigal, anunciou na tarde desta sexta-feira (15) que está criando, por meio da secretaria...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há 25 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

A palestrante convidada é a pesquisadora, socióloga, jornalista e doutora em Ciências Sociais, Silvia Gonçalves. Foto: Divulgação

Neste sábado (11) vai ter evento on-line promovido pelo Centro Cultural Eliziário Rangel, em São Diogo, na Serra. Trata-se do Café Periférico que acontecerá às 14 horas e terá como convidada a pesquisadora, socióloga, jornalista e doutora em Ciências Sociais, Silvia Gonçalves.

Silvia que é moradora da Serra vai fechar o ciclo de palestras do programa Portas Abertas do Eliziário com o tema ‘O que não caba quando acaba?. A transmissão será às 14 horas pelo Instagram do Centro Cultural, para assistir clique aqui.

De acordo com Silvia que é moradora da Serra, será um bate-papo descontraído sobre questões relacionadas às periferias. “Periferia é uma palavra muito discutida, mas na verdade a definição ainda está em disputa. Ninguém sabe o que é periferia, é esta discussão que a gente pretende levantar. O que é periferia, o que define a periferia e abordar algumas questões, por exemplo, desigualdade, racismo, como foram formadas as periferias no Brasil”, adianta Silvia.

Silvia promoveu recentemente um mini-curso on line gratuito sobre a relação entre o tráfico de drogas e as igrejas neopentecostais em favela, intitulado “A favela encantada”: política do sobrenatural e associação entre traficantes e pentecostais em um contexto de favela”. No curso, a socióloga abordou as relações sociais e políticas em um território de favela  dominado pela facção narcotraficante Terceiro Comando Puro (TCP).

O encontro é promovido pelo Centro Cultural quinzenalmente sempre com alguma personalidade da cultura capixaba.

Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há 25 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!