25 C
Serra
quarta-feira, 19 de fevereiro de 2020

Serrano só tem água por três meses se não chover

Leia também

Jovens entram na corrida pela Câmara da Serra em 2020

Motivados e com disposição para novos desafios. Lideranças jovens da Serra estão atentas à movimentação das raposas politicas, e...

Projeto social abre filial em Castelândia e procura professor de violão voluntário

O projeto Restauração de Vida, que teve início no bairro Santa Rita, que fica próximo a Serra Dourada, está...

Cantor gospel de Nova Almeida ganha palcos de igrejas da Serra

Com 20 anos, o morador de Nova Almeida, Lucas Mutz, faz sucesso cantando música gospel nas igrejas da Serra. O...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Rio Santa Maria na captação da Cesan no Queimado, Serra: pouca água. Foto: Arquivo TN/Bruno Lyra/Março 2015
Rio Santa Maria na captação da Cesan no Queimado, Serra: pouca água. Foto: Arquivo TN/Bruno Lyra/Março 2015

Caso não chova nas próximas semanas, a Serra só tem mais três meses de abastecimento de água garantido. A informação é da Agência Estadual de Recursos Hídricos (Agerh). A situação só não é pior porque ainda há água armazenada na represa de rio Bonito, em Santa Maria de Jetibá. É ela que está garantindo a vazão do rio Santa Maria, que atende toda a Serra, zona norte de Vitória, bairros de Cariacica às margens da rodovia do Contorno e Praia Grande em Fundão.

Ontem (14) a vazão do rio era de 2,7 mil litros por segundo. O nível crítico é de 3,8 mil litros. A média para esta época do ano, de pouco mais de 13 mil litros. Os dados são da Agerh. Mas há uma porção da Serra que a situação está ainda pior, e só tem água através de carro pipa. É a região de Chapada Grande, localizada às margens da BR 101. Lá o córrego que atende a comunidade secou.

O agravamento da severa estiagem que castiga o ES há três anos levou o Governo do Estado a manter o decreto que limita a irrigação e a captação de água para indústrias que retiram o líquido direto do leito dos rios para o período noturno, das 18h às 5h.

Curiosamente, a medida não se estende às indústrias que compram água captada pela Cesan.

Comentários

Mais notícias

Projeto social abre filial em Castelândia e procura professor de violão voluntário

O projeto Restauração de Vida, que teve início no bairro Santa Rita, que fica próximo a Serra Dourada, está tomando força e terá uma...

Cantor gospel de Nova Almeida ganha palcos de igrejas da Serra

Com 20 anos, o morador de Nova Almeida, Lucas Mutz, faz sucesso cantando música gospel nas igrejas da Serra. O jovem canta na igreja desde...

Marchinha de capixaba alerta sobre dengue, zika, chikungunya e malária

Tema de grande relevância para a saúde pública, as doenças transmitidas por pernilongos viraram marchinha de carnaval, unindo arte, humor, crítica política e social....

Fábrica da Fortlev na Serra abre vaga de emprego

A Fortlev, empresa com sede no Civit II, na Serra, está abrindo vaga de emprego para Analista de Qualidade. A empresa que é líder nacional...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!
Precisa falar com o Tempo Novo? Envie sua mensagem