21.8 C
Serra
quarta-feira, 23 de outubro de 2019

Dengue na Serra cai pela metade em 2014

Leia também

Mundial Sub-17: seleções seguem treinando na Serra | Veja vídeo

A Serra está sendo o Centro de Treinamento (CT’s) de doze seleções que disputarão o Mundial Sub-17 da Fifa....

Governo Federal “desmonta” assistência social e pobreza avança, denuncia secretário

Parte II, Bloco Assistência Social Veja a Parte I da entrevista: Eleição 2020 A frente da Secretária de Trabalho, Assistência e...

Banestes diz que não vai fechar agência em Nova Almeida, mas comunidade teme desinvestimento

Já foram afixadas placas na Agência do Banestes em Nova Almeida, informando aos clientes que a unidade vai sofrer...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

O município está monitorando ferros-velho, borracharias, e empresas de reciclagem   a cada 15 dias. Foto: Divulgação
O município está monitorando ferros-velho, borracharias, e empresas de reciclagem a cada 15 dias. Foto: Divulgação

De janeiro até a 1ª semana de novembro foram notificados 4859 casos de dengue na Serra, contra 9974 no mesmo período do ano passado. As informações são da superintendente da Vigilância em Saúde, Kelly Rose Areal, via assessoria de imprensa.

Em 2014, foram 123 casos graves, com registro de dois óbitos. No mesmo período de 2013 foram 436 casos graves com três óbitos. Em divulgação da Secretaria de Saúde (Sesa), no site da prefeitura, as informações são de que equipes da Vigilância Epidemiológica intensificaram as ações em Barcelona, Eldorado, Nova Carapina II, Jardim Carapina, Feu Rosa, Jardim Tropical e Parque Residencial Laranjeiras, onde há maior incidência de focos do mosquito.

Além disso, visitas domiciliares, atendimento de denúncias por meio do Disque Dengue e visitas a pontos estratégicos (PE), monitorados a cada quinze dias, como borracharias, ferros-velhos e locais utilizados para a reciclagem de materiais, também têm sido responsáveis pela diminuição no número de casos.

Outra medida adotada para conter os casos da doença é o bloqueio de transmissão dos casos de dengue, que consiste na visita dos agentes aos pacientes e em ações como pulverização no raio de 150 metros da residência do paciente contaminado.

“Os moradores devem contribuir no combate ao mosquito, eliminando rotineiramente os depósitos de água nos quintais, criadouros do Aedes aegypti”, alerta o secretário de Saúde da Serra, Luiz Carlos Reblin.

Mais notícias

video

Mundial Sub-17: seleções seguem treinando na Serra | Veja vídeo

A Serra está sendo o Centro de Treinamento (CT’s) de doze seleções que disputarão o Mundial Sub-17 da Fifa....

Governo Federal “desmonta” assistência social e pobreza avança, denuncia secretário

Parte II, Bloco Assistência Social Veja a Parte I da entrevista: Eleição 2020 A frente da Secretária de Trabalho, Assistência e Desenvolvimento Social (Setades), Bruno Lamas...

Banestes diz que não vai fechar agência em Nova Almeida, mas comunidade teme desinvestimento

Já foram afixadas placas na Agência do Banestes em Nova Almeida, informando aos clientes que a unidade vai sofrer mudanças. Na prática o banco...

Prefeitura faz demolição de casas em invasão na Serra

A invasão que persisti em continuar, na área de proteção ambiental, na Avenida Norte Sul, em Colina de Laranjeiras, sofreu mais um duro golpe...

Projeto abre mil vagas para cursos profissionalizantes

Está em casa desempregado e sem dinheiro para fazer um curso profissionalizante? Um projeto social da Serra, o Juventude Ativa, está com inscrições abertas...

Você também pode ler

error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!