22.7 C
Serra
terça-feira, 11 de agosto de 2020

Serra fecha julho com 10.585 casos confirmados e 424 mortes por coronavírus

Leia também

Retorno das aulas presenciais preocupa autoridades do Estado

Autoridades políticas criticam o anúncio do governo do Estado de que deve retornar as aulas, após o período de...

Opinião: professora diz que retorno às aulas é irresponsabilidade e vai expor profissionais e alunos ao coronavírus

* Fabíola dos Santos Cerqueira | Professora de Sociologia da rede estadual * Hilton Dominczak | Sociólogo Nos últimos cinco meses, desenvolvemos Pesquisas...

Vereadores da Serra adiam votação da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO)

Após entrar em pauta para votação nesta segunda-feira (10), o projeto de lei contendo a Lei de Diretrizes Orçamentárias...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Laranjeiras: fluxo de pessoas é grande durante a semana. Foto: Ana Paula Bonelli

A Serra fechou o mês de julho com 10.585 moradores infectados pelo coronavírus. Das confirmações, 424 moradores da cidade morreram, 8.492 foram curados e o restante segue lutando contra o vírus. De acordo com os dados divulgados pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), em 31 dias, foram registrados 2.927 casos confirmados e 115 óbitos causados pela Covid-19.

Pelas ruas da cidade, o fluxo de pessoas é grande, principalmente nos dias de semana – quando o comércio está aberto. Segundo o Governo do Estado, a média do índice de isolamento social do município é de 43,95%. Isso significa que menos da metade da população serrana está respeitando as orientações de isolamento social. Os terminais e ônibus também estão lotados e quem depende do transporte público sofre com a situação.

Apesar disso, o mês de julho também foi de notícias boas. A Grande Vitória, inclusive a Serra, demonstrou uma redução nos números de coronavírus. Isso não significa que a cidade parou de ter mortes por coronavírus, mas sim que em comparação aos meses anteriores, a Serra registra menos casos por dia. Mesmo assim, as medidas de segurança para conter o avanço do vírus continuam sendo extremamente necessárias, como o uso de máscara e o distanciamento social. Vale destacar que o município também é o terceiro com mais infectados no ES.

Os bairros da cidade com o maior número de óbitos são: Feu Rosa (23), Bairro das Laranjeiras (21), Nova Carapina I (19), Vila Nova de Colares (18) e Morada de Laranjeiras (16). Das mortes na cidade, a grande parte é de idosos ou pessoas com comorbidades, mas também houve registro de moradores mais jovens, com 32 e 43 anos. Nesse caso, sem informações sobre comorbidades. A taxa de letalidade da Serra é 4,01%.

Colina de Laranjeiras voltou a ser o bairro com maior número de casos confirmados de coronavírus na Serra e já tem 449 confirmações. Em segundo lugar vem Feu Rosa, com 445. Ainda conforme apurado pelo TEMPO NOVO, no Painel Covid-19 – espaço onde o Estado contabiliza os dados do novo coronavírus – o Espírito Santo tem, no total, 83.292 confirmações, 2.544 mortes e 67.117 curados.

Comentários

Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Mais notícias

Opinião: professora diz que retorno às aulas é irresponsabilidade e vai expor profissionais e alunos ao coronavírus

* Fabíola dos Santos Cerqueira | Professora de Sociologia da rede estadual * Hilton Dominczak | Sociólogo Nos últimos cinco meses, desenvolvemos Pesquisas com alunos do Ensino Médio...

Vereadores da Serra adiam votação da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO)

Após entrar em pauta para votação nesta segunda-feira (10), o projeto de lei contendo a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) 2021 foi retirado da...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!