25.1 C
Serra
terça-feira, 22 de setembro de 2020

Serra é a segunda cidade onde mais choveu em seis horas

Leia também

Após forte chuva, bairros da Serra ficam sem energia

Após a chegada das chuvas intensas que estavam previstas para esta terça-feira (22), as comunidades de Valparaíso e Serra...

CPF do estudante passa a ser obrigatório para matrícula na rede pública de ensino

A Secretaria da Educação (Sedu) passou a estabelecer, a obrigatoriedade de registro do número do Cadastro Nacional de Pessoas...

Polícia prende criminosos com metralhadora e drogas na Serra

A noite da última segunda-feira (21) terminou com apreensão de drogas, metralhadoras e prisão de criminosos na Serra. Tudo...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Previsão é de mais chuva. Foto: Gabriel Almeida

Sem dar longas tréguas, a chuva continua castigando os capixabas. Na noite da última quarta-feira (22) e madrugada desta quinta-feira (23), a Serra foi a segunda cidade onde mais choveu no Espírito Santo, segundo informações do Climatempo. Apesar disso, houve poucos transtornos no município, como alagamentos de ruas de algumas comunidades.

Mas o alerta do Climatempo é preocupante. De acordo com o instituto, choveu 101 milímetros nas últimas seis horas e deve chover mais durante esta quinta-feira e nos próximos dias. Por conta disso, podem ocorrer deslizamentos, novos alagamentos e outros transtornos causados pelas chuvas em bairros da cidade. A cidade de Aracruz lidera o ranking de onde mais choveu no ES.

Ainda segundo o Climatempo, no decorrer desta quinta-feira, estas áreas de instabilidade continuam ativas sobre Espírito Santo e provocam chuva por todo o estado, inclusiva na Serra. A chuva pode ser forte e volumosa em muitas áreas do estado. Para hoje, são previstos 50 milímetros de chuva na Serra.

Na cidade, foram registrados alagamentos em bairros de Jacaraípe, Feu Rosa e em Serra Dourada. Os relatos foram enviados pelos leitores do TEMPO NOVO, através de nossas redes sociais. A reportagem acionou a Defesa Civil do Município e assim que a demanda for respondida, será publicada neste espaço.

No início desta semana, em conversa com o TEMPO NOVO, o coordenador da Defesa Civil do Município, Coronel Coutinho, informou que na cidade, há seis pontos críticos de deslizamentos distribuídos nos bairros Diamantina, Jardim Carapina, José de Anchieta II, Serra Dourada II, Vista da Serra I e encosta Reis Magos, em Nova Almeida.

Situação no ES é preocupante, diz Climatempo

O instituto emitiu alerta para chuva forte em cidades capixabas. Foto: Yuri Scardini

Com muitos alertas sobre as chuvas, a situação do Espírito Santo é uma das mais preocupantes no Brasil atualmente por causa do efeito chuvarada que vem ocorrendo sobre o estado. Todo o estado vem de um histórico de muita chuva desde meados de novembro de 2019. A chuva deu uma trégua na segunda quinzena de dezembro de 2019 e voltou forte em janeiro.

Algumas regiões do estado ficaram alagadas por causa da chuva forte na semana passada.  O risco de alagamentos, enchentes e deslizamentos de terra é alto porque muitas regiões do estado estão com o solo encharcado de água e o nível de córregos e rios está acima do normal para esta época.

Defesa Civil

Nos casos de emergência, o plantão 24 horas da Defesa Civil pode ser acionado pelo telefone 99938-9500.

Comentários

Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Mais notícias

CPF do estudante passa a ser obrigatório para matrícula na rede pública de ensino

A Secretaria da Educação (Sedu) passou a estabelecer, a obrigatoriedade de registro do número do Cadastro Nacional de Pessoas Físicas (CPF) do estudante, junto...

Polícia prende criminosos com metralhadora e drogas na Serra

A noite da última segunda-feira (21) terminou com apreensão de drogas, metralhadoras e prisão de criminosos na Serra. Tudo começou quando policiais militares do...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!