22.5 C
Serra
quarta-feira, 12 de agosto de 2020

Casagrande sanciona lei que obriga cadastro de compradores de fogos de artifício no ES

Leia também

Quer emprego? Empresas abrem 140 vagas de trabalho nesta quarta na Serra

Quem está procurando uma oportunidade de trabalho deve ficar atento. Isso porque várias empresas abriram vagas de emprego nesta...

PP oficializa pré-candidatura de Luciana Malini à Prefeitura da Serra

"Somos a mudança". Esse é o mote da pré-candidatura do PP à Prefeitura da Serra. A legenda aposta na...

Operação policial integrada gerou 30 autos de infração de trânsito na Serra

Um acusado de homicídio foi detido na manhã desta terça-feira (11) durante a Operação Vulcano, parceria da Prefeitura da...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Na Serra, desde o início deste ano é proibido fogos com barulho. Foto: Divulgação

Foi sancionada hoje (15) a Lei que obriga os estabelecimentos que vendem fogos de artifício, explosivos e similares a identificação dos dados dos seus clientes para efeito de mantê-los em cadastro e de encaminhamento  as polícias civil e militar.

O cadastro deve ser feito imediatamente após a venda dos artigos, juntamente com a foto e deverão ser encaminhados para as polícia militar e civil, com número do CPF do comprador, da carteira de identidade e o endereço, com o respectivo comprovante de cada cliente.

O descumprimento da lei pode acarretará multa ao estabelecimento de R$ 3.5 mil e se houver reincidência o valor pode dobrar. A lei passa a valer a partir de hoje (15), data em que foi publicada no Diário Oficial do Governo do ES.

A lei é de autoria do deputado estadual Enivaldo dos Anjos (PSD) e aprovada na Assembleia Legislativa em junho por unanimidade.

Está proibido uso de fogos de artifício com barulho na Serra

Já na Serra, está proibido o uso de fogos de artifício que façam barulho, seja em eventos públicos ou particulares. O Projeto de Lei do vereador Miguel da Policlínica (sem partido) foi aprovado na Câmara de Vereadores da Serra em 18 de dezembro de 2019 e sancionado pelo prefeito Audifax Barcelos (Rede) no dia 2 de janeiro deste ano.

A Lei nº 5.151, de 02 de janeiro de 2020 proíbe o transporte, armazenamento, comercialização e o manuseio de fogos e artefatos explosivos pirotécnicos sonoros em qualquer estabelecimento comercial de Serra, e também a utilização, queima e soltura de fogos e artefatos pirotécnicos sonoros em locais públicos e privados, abertos ou fechados.

Também prevê multa de R$ 2 mil, valor que pode ser dobrado na primeira reincidência e quadruplicado a partir da segunda reincidência.

A lei não proíbe o uso de fogos na cidade, artefatos que não façam o barulho poderão ser usados. Segundo Miguel, a Lei visa o bem estar de idosos, doentes, bebês, crianças e animais que sofrem com os estouros e estampidos.

 

Comentários

Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Mais notícias

PP oficializa pré-candidatura de Luciana Malini à Prefeitura da Serra

"Somos a mudança". Esse é o mote da pré-candidatura do PP à Prefeitura da Serra. A legenda aposta na experiência e na sensibilidade de...

Operação policial integrada gerou 30 autos de infração de trânsito na Serra

Um acusado de homicídio foi detido na manhã desta terça-feira (11) durante a Operação Vulcano, parceria da Prefeitura da Serra com o Corpo de...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!