• CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 35.593 casos
  • 705 mortes
  • 34.297 curados
26.1 C
Serra
segunda-feira, 25 janeiro - 2021
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 35.593 casos
  • 705 mortes
  • 34.297 curados

Rua vira depósito de lixo em Balneário Carapebus e atormenta moradores

Leia também

Vereadores aproveitam o recesso para enviar solicitações de serviços à Prefeitura da Serra

Antes mesmo do início das atividades em plenário, vereadores da Serra já apresentaram projetos, requerimentos de informações e indicações...

Roubo de cabos da OI, em Pitanga, deixa moradores sem internet

Moradores do bairro Pitanga, que fica na região rural da Serra, estão sofrendo com os constantes roubos de cabos...

Findes oferece 9 vagas de emprego para a Grande Vitória e tem oportunidade para professor

A Federação das Indústrias do Espírito Santo (Findes) está com vaga de emprego abertas para a Grande Vitória, Aracruz,...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há seis anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Despejo irregular de lixo quase interdita rua em Balneário Carapebus. (Foto: Leitor)

Uma rua que parece lixão ou um lixão que parece rua? A quantidade de entulho despejada em plena via pública é tanta que moradores e pedestres podem até confundir ao transitarem pela Rua da Figueira, em Balneário Carapebus.

O TEMPO NOVO recebeu denúncia de morador, que preferiu não se identificar. Residente no bairro há dois anos, ele conta que a rua é usada constantemente por carroceiros para descarte de entulhos e até mesmo de animais mortos. “Às vezes, não dá para ninguém passar por ali, de tantos urubus aparecem. Estamos pedindo socorro”, desabafa.

O morador relata que é inútil vigiar quem despeja os entulhos, uma vez que não tem hora nem dia, e que os carroceiros não se importam pelo fato de ser uma via pública. “E a rua está abandonada; então, é descaso da Prefeitura também. Eu já parei um carroceiro e ele me perguntou se isso era uma rua mesmo ou se estava sendo usada como rua. Daí eu disse que sim, que era uma rua, mas ele riu e jogou o entulho mesmo assim”, revela.

A Rua da Figueira fica próxima à Avenida Augusto Ruschi, uma importante via do bairro.

Limpeza e melhorias

A Secretaria de Serviços da Serra (Sese) informou que faz a retirada de entulhos do local e que nova limpeza será programada. Disse, ainda, que moradores podem denunciar pelo Whatsapp 99976-2595 o descarte irregular de lixo, com o envio de fotos ou vídeos. A multa para o descarte irregular de lixo e entulho pode chegar até R$ 2.224,00, segundo a legislação municipal.

Como alternativa para os pequenos geradores de entulho proveniente de obras, por exemplo, a Sese orienta que eles podem descartar o material em uma das Áreas de Transbordo e Triagem (ATT) da Serra: no Projeto João de Barro, localizado na Av. Domingos José Martins, em Novo Porto Canoa; e a ATT Barcelona, na Av. Região Sudeste, próximo ao Posto BKR na BR 101. Cada morador pode levar, no máximo, 15 sacos de ráfia ou 15 carrinhos de mão de entulho por dia.

Sobre a situação precária da Rua da Figueira, que não tem calçamento, a Prefeitura disse que em “Balneário de Carapebus, mais de 15 ruas já estão recebendo investimentos em drenagem e pavimentação e demais ruas estão em fase de estudos e elaboração de projetos”. No entanto, não informou se a Rua da Figueira está incluída na fase de estudos ou de elaboração de projetos.

Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há seis anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!