26.6 C
Serra
domingo, 16 de fevereiro de 2020

Rodoviários cruzam os braços e paralisam ônibus nesta terça

Na Serra, até o momento, não há relatos de dificuldades para utilizar o sistema Transcol.

Leia também

Rede nacional diz que Serra vai ter candidato a prefeito e Audifax pode ser Governador

O Centro da Boa Convivência de Laranjeiras foi palco neste sábado (15) da Convenção Estadual da Rede Sustentabilidade. No...

Em evento concorrido, PSB confirma pré-candidatura de Bruno Lamas à Prefeitura da Serra

A Serra foi o município escolhido para o PSB do Espírito Santo dar o start oficial à sua Pr'é-campanha...

Violência em Vitória: “É totalmente possível que chegue à Serra”

Diante dos ataques que estão assustando moradores e comerciantes de Vitória, a populaça da Serra está em estado de...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Uma das empresas atende o sistema Transcol. Foto: Gabriel Almeida / Arquivo TN

Alegando atraso no pagamento dos salários, trabalhadores não abriram os portões de duas garagens de ônibus nesta terça-feira (21), uma delas fica na Serra e outra em Vila Velha. No total, 140 ônibus estão parados neste momento e sem previsão para voltarem a circular normalmente e atender os passageiros. Na Serra, até o momento, não há relatos de dificuldades para utilizar o sistema Transcol.

Segundo informações divulgadas pelo Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários no Estado do Espírito Santo (Sindirodoviários), os rodoviários são funcionários de duas empresas: Tabuzaeiro – que opera o sistema municipal de Vitória e Metropolitana – que integra o Consórcio Atlântico Sul do Transcol.

O TEMPO NOVO conversou com o presidente do Sindirodoviários, José Carlos Salles, que não soube explicar se a paralisação afeta a Serra. Segundo ele, a Metropolitana faz linhas intermunicipais – de uma cidade a outra. O presidente ainda confirmou que a paralisação ocorre por atraso nos pagamentos.

“Os funcionários estão realizando essa paralisação por atraso de salário. Estamos esperando as empresas se posicionarem para gente se reunir com a categoria e deliberar a pauta”, afirmou José Carlos.

A reportagem acionou o Sindicato das Empresas de Transporte Metropolitano da Grande Vitória (GVBus) para saber se alguma linha do Transcol está sendo afetada na Serra, mas ainda não obteve retorno. Assim que a demanda for respondida, essa matéria será atualizada com mais informações.

Comentários

Mais notícias

Em evento concorrido, PSB confirma pré-candidatura de Bruno Lamas à Prefeitura da Serra

A Serra foi o município escolhido para o PSB do Espírito Santo dar o start oficial à sua Pr'é-campanha de 2020. Em um evento,...

Violência em Vitória: “É totalmente possível que chegue à Serra”

Diante dos ataques que estão assustando moradores e comerciantes de Vitória, a populaça da Serra está em estado de alerta. Temem que a violência...

Feira de adoção de animais, promoções e samba agitam shopping no fim de semana

Poucas semanas antes da chegada do Carnaval, o capixaba que está à procura de preços baixos tem uma chance imperdível: o It Bazar +...

Evento de fortões em Guriri vai ter serranos participando

Neste sábado (15) vai ter Treinão Strong Show, em Guriri, às 15h, na praça Wilson Gomes, e vai ter serrano participando do evento. Um deles...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!
Precisa falar com o Tempo Novo? Envie sua mensagem