Risco de morte em trecho inacabado da Norte Sul

0

 

Risco de morte em trecho inacabado da Norte Sul
Ciclista sofre para passar em local que já deveria estar pronta a ciclovia no trecho entre Barcelona e Laranjeiras. Foto: Fábio Barcelos

Thiago Albuquerque

A tão prometida reforma da rodovia Norte Sul entre Laranjeiras e Barcelona está inacabada. Ciclistas, pedestres e motoristas reclamam da atual situação. As obras, de responsabilidade da Prefeitura com recursos do Estado, começaram em outubro de 2014 pela empreiteira Contek, ao custo previsto de R$ 4,5 milhões.

A pista de rolagem dos veículos até ficou pronta, mas o acostamento e a ciclovia não. Inclusive ficou um desnível entre a faixa onde ficaria o acostamento/ciclovia e a pista dos veículos. Sem contar a sinalização.

Motoristas que passam no local reclamam. É o cado de Patrick Pereira Coimbra Ribeiro, 25 anos, morador de Taquara ll. “Essa obra teve início na gestão Renato Casagrande (PSB), e parou totalmente agora com Paulo Hartung (PMDB), uma parte dela foi feita pela Prefeitura, ainda falta muita coisa para terminar. Onde deveria ser a ciclovia, está horrível. E em Barcelona não fizeram até hoje as faixas de pedestre na entrada do bairro”, lembra.

Patrick diz também que o trecho precisa de mais semáforos, radar e sinalização, inclusive na entrada do bairro Taquara, onde aumentam os riscos de acidente. “Os moradores da região já fizeram duas manifestações, mas até agora nada”, conclui.

Se já está perigoso para motoristas, para os ciclistas é praticamente inviável circular no trecho. Moradora de Barcelona, a ciclista Elaine Cristine Nunes, 29 anos, teve que mudar sua rota e passar por um caminho mais longo “Hoje eu passo pela BR-101, para ir à Colina de Laranjeiras. E outros ciclistas fazem o mesmo. Também tem seu risco, mas é menos perigoso que a Norte Sul”, frisa.

Também moradora de Barcelona, Mary Ruth Sales de Souza, 53 anos, cobra a conclusão urgente do trecho. “Precisamos de melhor sinalização, passo de moto e carro, temos de contar com a sorte e educação de alguns motoristas, por que nem todos tem paciência devido a obra inacabada”.

A assessoria de imprensa da Prefeitura da Serra  disse que a obra parou por falta de repasse financeiro do estado e que só poderá ser retomada após a regularização do repasse. Disse ainda que a reforma do Norte Sul no trecho está no pacote da reurbanização da região de Laranjeiras.

Já a assessoria de imprensa do Governo do Estado disse que o convênio firmado em 2014 está em análise para correção de falhas na sua  formalização.

Comentários