25 C
Serra
sábado, 05 de dezembro de 2020

Rap solidário abre o mês da Consciência Negra neste domingo (1)

Leia também

Prefeitura diz que dinheiro em caixa é maior do que dívida consolidada

A gestão atual da Prefeitura da Serra está prometendo deixar o comando do Município com R$ 485.907.651,01 de dinheiro...

Vidigal define equipe para transição de governo. Veja quem são os escolhidos

Após ser escolhido para ser o prefeito da Serra pelos próximos quatro anos, Sérgio Vidigal (PDT) já montou a...

Vice-prefeito eleito cancela agendas após esposa testar positivo para coronavírus

O vice-prefeito eleito da Serra, Thiago Menezes Carrero (Cidadania), cancelou suas agendas externas para os próximos dias. A decisão...
Redação Jornal Tempo Novo com informações de assessoriahttps://www.portaltemponovo.com.br
O Tempo Novo é da Serra. Fundado em 1983 é um dos veículos de comunicação mais antigos em operação no ES. Independente, gratuito, com acesso ilimitado e ultra regionalizado na maior cidade do Estado.

O grupo Melanina Mc’s é uma das atrações do Rap Solidário. Foto: Divulgação

Junte solidariedade, música, artes plásticas, literatura, periferia e televisão: está formado o Rap Solidário! Realizado numa parceria entre as Secretarias da Cultura (Secult) e de Direitos Humanos (Sedh), Instituto das Das Pretas e a Vale, o evento abre o Mês da Consciência Negra, neste domingo (1º), das 14h às 19h, pelas redes sociais, no formato de live.

O objetivo do evento é arrecadar doações para o Programa ES Solidário, do Governo do Estado, e minimizar os impactos provocados pela pandemia do novo Coronavírus (Covid-19), ajudando quem mais precisa com as apresentações de: DJ Miria, Budah, Feijó, Eric Jack, Melanina MCs, Fabriccio, Dudu MC e BK.

A live será transmitida pela internet nos canais oficiais da Secult e do Instituto Das Pretas. Na TV Aberta e a cabo, a live será transmitida pela TVE-ES, nos canais: 2.1 (aberta), 15 (Net) e 05 (RCA). Além de música, as artes plásticas e a literatura estarão representadas por batalha de Slam e pintura ao vivo. A artista plástica Kika Carvalho vai produzir peças exclusivas para o evento, e reproduções numeradas serão vendidas para arrecadar doações para o ES Solidário.

“O ES Solidário ainda precisa de doações, mesmo com a desaceleração da pandemia, e a intenção do evento é levantar doações para os territórios do Programa Estado Presente em Defesa da Vida. Além disso, o rap tem levado a cultura do Espírito Santo para muitos lugares no Brasil e no mundo. Uma cultura que é ligada aos territórios que serão beneficiados, e que merece nossa atenção”, avalia o secretário de Estado da Cultura, Fabricio Noronha.

A produtora Priscila Gama, do Instituto Das Pretas, explica que a curadoria do evento foi feita de maneira orgânica, a partir de ideias e sugestões coletivas, trazendo artistas reconhecidos por seus trabalhos. “Artistas que estão dialogando e que estão próximos do nosso propósito: multiplicar a potência a partir da potência da arte e cultura periférica”, explica.

Solidariedade

O objetivo da ação é arrecadar doações em dinheiro, serviços, cestas básicas, além de kits de limpeza e de higiene pessoal para ajudar as pessoas que estão enfrentando dificuldades por conta do novo Coronavírus (Covid-19), em especial artistas circenses, técnicos das artes e comunidades tradicionais, como as indígenas e quilombola.

Para Fabricio Noronha, a ação tem o potencial de impactar positivamente o setor cultural como um todo. “Contamos com a participação e a solidariedade de todos para que esta ação se multiplique e nossos artistas mais vulneráveis recebam mais ajudas. O setor cultural é um dos mais impactados pela pandemia, afetando muito nossos fazedores. Essa ação faz parte de um conjunto de ações e se soma a essa corrente de enfrentamento a esse momento tão difícil”, comenta o secretário.

Serviço:

Rap Solidário

Data – 01/11 (domingo)

Horário – 14h

Transmissão na internet pelos canais oficiais da Secult e do Instituto Das Pretas. Na TV Aberta e a cabo, será transmitido pela TVE-ES, canais: 2.1 (aberta), 15 (Net) e 05 (RCA).

Redação Jornal Tempo Novo com informações de assessoriahttps://www.portaltemponovo.com.br
O Tempo Novo é da Serra. Fundado em 1983 é um dos veículos de comunicação mais antigos em operação no ES. Independente, gratuito, com acesso ilimitado e ultra regionalizado na maior cidade do Estado.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!