22.3 C
Serra
segunda-feira, 03 de agosto de 2020

Projeto arrecada absorventes higiênicos para ajudar mulheres em vulnerabilidade social

Leia também

Opinião: Mulheres na política em busca de representatividade

ARTIGO DE OPINIÃO DE AUTORIA DE ALEXSANDRA VERTUANI A luta pelos direitos das mulheres vem progredindo não só no Brasil,...

Bruno Lamas afasta dúvidas e garante que vai disputar a Prefeitura da Serra

O deputado estadual Bruno Lamas (PSB) garantiu que a sua decisão de disputar a Prefeitura da Serra no próximo...

Vale promove testagem em massa no Pará, porque não fazer na Grande Vitória também?

Uma ação da Vale realizada na cidade de Parauapebas, no sudeste do Pará, está entre as iniciativas sociais mais...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

A Campanha de arrecadação começa no dia 1 de agosto. Foto: Pixabay

O projeto ‘Maria vamos juntas’ – formado por amigas voluntárias em combate à violência doméstica e feminicídio, está fazendo uma campanha diferente para ajudar mulheres em vulnerabilidade social durante a pandemia bdo novo coronavírus. O projeto está fazendo uma campanha para arrecadar absorventes higiênicos, cestas básicas e kits de higiene. 

“Estamos arrecadando absorventes higiênicos para meninas e mulheres da zona rural e urbana, em vulnerabilidade social. O direito da mulher sobre higiene menstrual é uma questão de saúde pública, porém muitas mulheres não tem condições de adquirir”, destaca Ciça Ribeiro, coordenadora do projeto.

A ação terá início no dia 01 de agosto, e quem quiser doar pode deixar as doações no supermercado Falqueto, em Serra Sede, na loja Tintolac e na drogaria Limoeiro. 

“Nossa meta é atingir a maior quantidade de absorventes possível. As entregas serão  realizadas no dia 08/08, nas comunidades de Belvedere, Putiri e Divinópolis. A campanha de arrecadação irá permanecer até o final do mês de agosto. A medida que mais unidades forem arrecadadas,  outras comunidades serão  contempladas”, conta Ciça.

Segundo Ciça a campanha tem como referência os números de pesquisas nacional, onde 22% –  26%, de  adolescentes, entre 12 – 17 anos, não têm acesso a produtos de higiene  menstrual. “Durante o ano letivo, por exemplo, essas jovens perdem até 45 dias de aula, durante o ano, devido a falta de acesso a higiene necessária”, acrescenta.

Yngrid Pinto, idealizadora do Maria Vamos Juntas disse que a  higiene menstrual da mulher, além de ser uma questão de direito da mulher, é uma questão de saúde pública, reconhecida pela ONU desde 2014. “A troca de absorventes recomendada por profissionais deve ser feita de 4h a 6h, dependendo do fluxo. Isso porque o sangue é um meio favorável para o desenvolvimento de infecções. Precisamos avançar em projetos de prevenção, e assim, evitar danos futuros relacionados à saúde da mulher”.

Quem quiser doar valores o contato do projeto é o Whatsapp 99203-0204. Para doar dinheiro tem o PicPay @mariavamosjuntas.

Comentários

Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Mais notícias

Bruno Lamas afasta dúvidas e garante que vai disputar a Prefeitura da Serra

O deputado estadual Bruno Lamas (PSB) garantiu que a sua decisão de disputar a Prefeitura da Serra no próximo dia 15 de novembro não...

Vale promove testagem em massa no Pará, porque não fazer na Grande Vitória também?

Uma ação da Vale realizada na cidade de Parauapebas, no sudeste do Pará, está entre as iniciativas sociais mais bem sucedidas na luta contra...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!