• CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 33.518 casos
  • 683 mortes
  • 32.183 curados
26.1 C
Serra
sábado, 16 janeiro - 2021
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 33.518 casos
  • 683 mortes
  • 32.186 curados

Professor de escola da Serra morre por coronavírus e recebe homenagens

Leia também

ES recebe 1,5 milhão de seringas para vacinação contra a Covid-19

Chegou ao Estado na manhã deste sábado (16), a primeira remessa de 1,5 milhão de seringas que serão utilizadas...

Advogado mata adolescente que tentava assaltar mulher na Serra

Um adolescente foi morto, na tarde desta sexta-feira (15), ao tentar assaltar uma mulher na avenida Talma Rodrigues Ribeiro,...

Prefeitura fiscaliza bares para flagrar aglomeração e conter Covid-19 na Serra

Pensando em conter o avanço do coronavírus e conscientizar a população, a Prefeitura da Serra está intensificando ações de...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há seis anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

O professor trabalhou por anos no Aristóbulo Barbosa Leão, na Serra. Foto: Reprodução

Uma pessoa alegre, cheia de amigos e muito batalhadora. Assim podemos resumir um pouco do professor de matemática, Marcelo Cezane, que lecionou por anos na Escola Estadual Aristóbulo Barbosa Leão, na Serra, mas infelizmente morreu por coronavírus nesta semana. A triste notícia pegou de surpresa seus ex-colegas de trabalho e ex-alunos que deixaram suas mensagens de despedidas.

Não há muitas informações sobre como foi a evolução do coronavírus no profissional da educação. Marcelo, que tinha 46 anos, estava morando no interior do Espírito Santo – Itaoca (Distrito de Itapemirim) – há alguns anos e foi professor no Aristóbulo, em Jardim Limoeiro, em meados de 2014 e 2015. Por lá, conquistou muitas amizades de alunos e também outros funcionários da escola.

O professor, que estava internado há vários dias, teve seu pulmão comprometido por conta de complicações causadas pela Covid-19. Seu falecimento foi registrado na última terça-feira (24). Pelas redes sociais, amigos deixaram suas últimas mensagens e considerações.

“Durante nosso tempo de ABL foram muitas risadas, muitos planos de (tatuagem)… ele fechou as costas e eu não fiz nenhuma! Muita alegria, perturbação e parceria. E as minhas boas lembranças do ABL perdem um pouco do brilho”, afirmou Karlla Trindade.

Fabrício Rufino, professor de história, trabalhou com a vítima por três anos. Ele disse à reportagem que o momento é de muita tristeza. “Que momento triste! Tive a oportunidade de trabalhar por 03 anos com o professor Marcelo Cezane no ABL. Um ser humano excepcional, profissional apaixonado, amigo, prestativo, generoso, um coração que não cabia no peito. Só nos restam as lembranças e a tristeza do afastamento que a vida corrida proporciona. Só gratidão pela parceria, pela admiração mútua, pela aprendizagem e pelas risadas. Vá em paz.”

O TEMPO NOVO também conversou com duas ex-alunas de Marcelo, Marcia Carvalho e Marcelle Carvalho. Elas contaram que ele era um profissional excepcional e sempre esteve perto dos seus alunos.  “Quando falamos em Cezane, lembramos do sorriso, da alegria e do prazer que ele tinha em estar sempre por perto, sempre colaborando com conhecimento, conselhos, até em ‘Happy hour’ após a aula na sexta à noite”, disseram.

Em mensagem dupla, Marcia e Marcelle também disseram que foi um imenso prazer ser alunos do professor. “Tivemos o imenso prazer em ser alunas desse professor maravilhoso, único, radiante, super inteligente e defensor da diversidade. Lembro que nos apoiou muito quando falamos sobre nossa cultura no ABL. Que Deus o receba de braços abertos, aqui na terra, fará muita falta. De fato, os bons morrem jovens. (De Marcia e Marcelle Carvalho – alunas ciganas desse cara incrível).”

Serra já possui 587 óbitos causados pela Covid-19

Sendo a segunda cidade com mais vítimas fatais por coronavírus, a Serra já possui 587 mortes e 23.152 moradores infectados pelo vírus. Além disso, já foram registrados 22.311 pacientes curados. Também existem outros 31.975 populares que podem estar contaminados pela Covid-19. No momento, eles aguardam os resultados dos testes já realizados

Vale destacar que, como Marcelo não morava mais na Serra, seu óbito será contabilizado na cidade onde residia.

Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há seis anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!