• CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 41.410 casos
  • 767 mortes
  • 40.067 curados
24 C
Serra
quinta-feira, 04 março - 2021
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 41.410 casos
  • 767 mortes
  • 40.067 curados

Prefeitura vai trocar iluminação na orla de Bicanga para evitar morte de tartarugas

Leia também

Festival Voadora terá 12 shows autorais com destaques da música capixaba  

Cento e oitenta e seis projetos foram inscritos para o processo de seleção do Festival Voadora, cujas apresentações acontecem entre...

Detran implanta exame teórico digital na Ciretran Serra Sede e facilita vida de moradores

O município da Serra receberá mais uma Sala de Exames Teóricos digital do Departamento Estadual de Trânsito do Espírito...

Vereador defende regulamentação do serviço de mototáxi na Serra

  Por meio do Projeto Indicativo de Lei 43/2021, o vereador Pablo Muribeca (Patriota) defende a regulamentação do serviço de...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há seis anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Orla de Bicanga terá iluminação trocada em breve. Em destaque, foto de tartarugas salvas por moradores.  Foto: Divulgação

A nova orla de Bicanga, executada e entregue pela gestão do ex-prefeito da Serra, Audifax Barcelos (Rede), agradou os moradores pela sua bela aparência, mas pode está causando a morte de centenas de tartarugas recém-nascidas. Refletores instalados pelo Município em direção a areia estão atraindo os animais, que ao invés de seguirem o destino natural – o mar – acabam subindo no calçadão do balneário e morrendo no asfalto.

Nas últimas semanas, ocorreram dois nascimentos na praia e, nas duas ocasiões, as tartarugas foram atraídas pelas fortes luzes, mas moradores conseguiram resgatar os animais e colocá-los em um balde. De acordo com Rosalba Benevides, a situação começou a acontecer após a entrega da obra. “Antes não era assim, mas depois dos refletores, elas começaram a vir para a direção da rua. Nós informamos a prefeitura e eles já estão solucionando o problema”, disse.

Em conversa com o TEMPO NOVO, a bióloga, pesquisadora e coordenadora do ‘Projeto Chelonia mydas’, Camila Miguel, afirmou que em praias onde ocorrem desova e nascimento de tartarugas precisam ter uma iluminação diferenciada. Além disso, ela explicou que os refletores também desorientam as fêmeas, que vão à praia para desovar.

“A iluminação artificial é um grande problema. Não só para os filhotes, mas também para as fêmeas que acabam sendo desorientadas quando estão nas praias. Elas se guiam pela luminosidade. Quem já foi numa praia a noite, sem luzes de casas, percebe que o horizonte é sempre mais claro do que o resto da praia. Agora, se na praia tiver alguma casa, construção ou postes de iluminação mais forte, eles serão atraídos para aquela direção e achar que estão indo para o lugar certo”, explicou.

Camila também afirmou que isso pode ocasionar em muitas mortes desses animais. “Acabam sendo atropelados e às vezes também acontece de cair em piscinas de casas ou de andarem tanto e morrerem desidratados”, enumerou.

Prefeitura desliga iluminação e promete mudanças

Na tentativa de salvar os animais e evitar novas situações como as anteriores, a Prefeitura da Serra, que agora está sob gestão de Sergio Vidigal (PDT), estudou uma forma para desligar as luzes sem que prejudique a comunidade. Com isso, a iluminação de todo o calçadão está desativada.

Agora, a Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano, que tem como titular o secretário Claudio Denicoli, busca soluções para trocar a iluminação para um formato que não atrapalhe os animais e atenda a comunidade.

Bióloga diz que Município deve seguir ciência e alerta moradores

Camila é bióloga. Foto: Arquivo pessoal

A bióloga Camila Miguel também comentou a ação que será feita pela Prefeitura da Serra, que agora está sob gestão de Sergio Vidigal (PDT). De acordo com ela, o Município precisa se basear em pesquisas cientificas para realizar alterações e salvar esses animais.

“A medida vai ajudar se a prefeitura se basear em pesquisas que já existem sobre iluminação em praias que tem desova e nascimento de filhotes. Existe uma lâmpada que é mais adequada para essa situação, principalmente aquelas que são amarelas e que não emitem uma luz tão forte. Isso ajuda muito a evitar esse problema”, salientou.

Por fim, pediu que os moradores também colaborem. “O aconselhável também é que as residências que ficam na orla desliguem as luzes de noite ou troquem a iluminação para as amarelas que não emitem uma luz tão forte, que são mais fracas e não irão desviar a rota das tartarugas”, finalizou.

Veja vídeo de tartarugas resgatadas:

Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há seis anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Saiba mais
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!