27 C
Serra
quinta-feira, 29 de outubro de 2020

Prefeitura tenta cortar árvore de 20 anos em Laranjeiras e gera revolta na comunidade

Leia também

Emprego: empresas abrem 156 vagas com preferência para moradores da Serra nesta quinta

É morador da Serra e está procurando uma oportunidade de trabalho? Então fique atento para as chances que foram...

Bairro da região rural da Serra é o único do município com um caso de Covid-19

A Serra tem 19.386 casos confirmados da Covid-19 até a tarde desta quarta (28) e 538 óbitos em decorrência...

Jornal Tempo Novo vai divulgar pesquisa ENQUET para prefeito da Serra

Na manhã dessa quinta-feira (29), o jornal TEMPO NOVO, em parceira com a Enquet, publicará pesquisa de intenção de...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

A foto não é atual, mas é assim que fica o Ipê Rosa nos meses de outubro. Foto: Divulgação

Parque Residencial Laranjeiras é uma comunidade que possui pouquíssimas árvores em suas ruas, principalmente na Avenida Central. E em breve deve ficar sem mais uma. Acontece que a Prefeitura da Serra está tentando realizar o corte de um Ipê na Rua Carlos Gomes, um pouco depois do supermercado Extrabom. O serviço só não foi concluído ainda por conta de uma revolta de moradores da região, que foram até o local e impediram a equipe do Município de cortar a antiga árvore.

De acordo com informações apuradas pelo TEMPO NOVO, o dono do terreno onde fica localizado o Ipê Rosa foi notificado, pelo Município, para fazer uma calçada cidadã. Por conta disso, a Prefeitura da Serra quer cortar a árvore e abrir espaço para a construção, além de liberar área para colocar as cercas. A decisão gerou um imbróglio, já que os moradores das ruas vizinhas não aceitaram o corte. Mesmo assim, segundo eles, a equipe que já havia ido ao local mais cedo, ameaçou voltar durante a tarde, e inclusive, com policiais para conter a população.

Árvore está assim atualmente e sempre traz sombra para os moradores. Foto: Simone Almeida

Uma das moradoras revoltadas com a situação é a Simone Almeida. “Não temos árvore nenhuma em Laranjeiras e a Prefeitura da Serra quer cortar um Ipê Rosa? Essa árvore existe aqui há mais de 20 anos e sempre fica lindamente florida em outubro. Pra que cortar a árvore? Não vamos permitir tamanha atrocidade contra a natureza”, reclama a moradora.

+ Falta de árvores na Avenida Central de Laranjeiras gera calor excessivo e prejudica saúde

Simone ainda confirmou que o dono do terreno foi notificado para fazer calçada e cercar o terreno. “E por isso querem cortar a árvore. Me pergunto: hoje com tanta tecnologia, tantas técnicas, eles não conseguem fazer todo o trabalho necessário sem cortar a árvore?”, indaga a popular.

Quem também está tentando impedir o corte é o Joel Filho. “Fiquei sabendo que a prefeitura quer cortar o Ipê para o dono construir a calçada, já que segundo eles, a árvore deixa o chão desnivelado. Só que essa árvore tem mais de 20 anos que está ali. Sempre traz sombra e vento para nós e agora querem matá-la? Não aceitamos isso e fomos lá impedir, mas a equipe enviada pela prefeitura ameaçou voltar de tarde e trazer até policiais militares para conter a gente”, afirmou.

Em maio de 2016, uma situação parecida aconteceu no bairro. Na ocasião, o problema aconteceu na Segunda Avenida. O município queria cortar as árvores que ficam árvores da espécie Ficus e Sibipirunas que ficam em frente ao estádio do bairro. Os moradores se mobilizaram e conseguiram evitar o corte das árvores.

Prefeitura recua e diz que vai reavaliar corte 

A Prefeitura da Serra disse à reportagem que o corte foi uma solicitação do proprietário do terreno em que está a árvore, sob o argumento de que raízes estão aparentes, impedindo a circulação segura de pessoas e a construção da calçada cidadã.

Informou ainda que a equipe técnica sinalizou positivamente para o corte, já que a construção da calçada cidadã está prevista em lei para a melhor circulação de pessoas, principalmente de deficientes visuais, cadeirantes e idosos, que podem se machucar ao passar pelo local.

Mesmo assim, o Município disse que vai rever o corte e buscar novas soluções junto com a comunidade. Ainda há o risco do corte ser mantido, mas caso isso ocorra, a prefeitura prometeu plantar outras espécies.

Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Mais notícias

Bairro da região rural da Serra é o único do município com um caso de Covid-19

A Serra tem 19.386 casos confirmados da Covid-19 até a tarde desta quarta (28) e 538 óbitos em decorrência de complicações da enfermidade. E...

Jornal Tempo Novo vai divulgar pesquisa ENQUET para prefeito da Serra

Na manhã dessa quinta-feira (29), o jornal TEMPO NOVO, em parceira com a Enquet, publicará pesquisa de intenção de voto para a prefeitura da...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!