• CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 68.100 casos
  • 1.417 mortes
  • 66.111 curados
23.7 C
Serra
sexta-feira, 23 julho - 2021
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 68.100 casos
  • 1.417 mortes
  • 66.111 curados

Polícia resgata 60 canários-da-terra na Serra

Leia também

Supermercado Casagrande multado em R$ 83 mil por fazer loja sem licença em Jacaraípe

A nova loja do supermercado Casagrande em Jacaraípe, prevista para ser inaugurada na semana que vem, foi multada em...

Estudo inglês demonstra que segunda dose de vacinas é essencial contra a variante delta

Mais um estudo demonstra a necessidade da segunda dose da vacina contra a Covid para que a proteção seja...

Gleisi Hoffman vem ao Estado para contribuir na formação de uma frente pró-Lula

  Com o avanço da popularidade de Lula no Espírito Santo e retomada do ex-presidente na preferência dos eleitores capixabas,...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há 25 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

O fato ocorreu em Serra Dourada III nesta terça-feira (23). Foto: Divulgação BPMA
O fato ocorreu em Serra Dourada III nesta terça-feira (23). Foto: Divulgação BPMA

Sessenta canários-da-terra. Esta foi a quantidade de pássaros silvestres que a Polícia Ambiental resgatou na Serra durante uma operação nesta terça-feira (23).

A ocorrência aconteceu em Serra Dourada III numa residência onde as aves eram mantidas em cativeiro de forma irregular. O proprietário não possuía autorização para criar os animais e responderá por crime contra a fauna.

Durante operação conjunta do Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA) com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma), 60 canários-da-terra foram recolhidos em uma única residência. A maioria das aves não possuía anilha de identificação e registro junto ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (IBAMA). Quatro animais estavam anilhados, entretanto, o proprietário não possui cadastro no órgão ambiental, autorizando a manutenção dos pássaros em cativeiro.

Todas as aves serão encaminhadas ao Centro de Reintrodução de Animais Selvagens (Cereias), em Aracruz, para reabilitação e posterior soltura no habitat natural.

O infrator responderá por manutenção de pássaro silvestre em cativeiro sem autorização do órgão ambiental, cuja pena prevista é a de detenção de seis meses a um ano e multa de R$ 500,00 por ave.

Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há 25 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!