Petrobras nega vazamento radioativo no TIMS em Carapina | Portal Tempo Novo

Serra, 19 de Março de 2019

Portal Tempo Novo - O Portal da Serra, ES

Meio Ambiente

Serra, 1 de Março de 2019 às 6:33

Petrobras nega vazamento radioativo no TIMS em Carapina


 

O material estava armazenado de forma irregular, segundo o Ibama no depósito da empresa que fica no TIMS. Foto: Divulgação leitor

A Petrobras afirma que não houve vazamento radioativo dos 942 tonéis de 200 litros atingidos pelo incêndio ocorrido no depósito da empresa no TIMS, entre os dias 27 e 28 de janeiro. Os tonéis armazenam borras oleosas resultantes da limpeza de tanques e de equipamentos utilizados na produção e processamento de petróleo, material que contém substâncias radioativas naturais, como Rádio 226 e Rádio 228, também chamados de NORM (sigla em inglês).

Segundo a assessoria de imprensa da petroleira, o incêndio atingiu, principalmente, os paletes de madeira e as sobre-embalagens plásticas. A Petrobras disse, também, que a operação de armazenamento desse material, a exemplo de todas as operações da Petrobras, possui Plano de Resposta a Emergência que atende às normas e necessidades específicas de cada instalação.

Após o incêndio, a Petrobras entregou à Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN) um plano de ação, que compreende as atividades de monitoramento, limpeza e acondicionamento a serem realizadas pela companhia em razão do incêndio. Esse plano já foi aprovado pelo órgão regulador.

A empresa disse, ainda, que o material será levado para novos galpões, já construídos e localizados em outro lote no TIMS, devidamente licenciados, de acordo com as normas dos órgãos reguladores. Esse espaço já recebe tambores contendo borra oleosa com NORM, provenientes das unidades marítimas de produção da Petrobras no Espírito Santo.

A assessoria de imprensa do CNEN disse que a transferência para galpões deveria ter acontecido em agosto do ano passado e o órgão, que é ligado ao Ministério da Ciência e Tecnologia, não sabe por que a Petrobras não fez antes. Técnicos do CNEN coletaram amostras da área afetada. O material está em análise química, que deve apontar se houve ou não vazamento.




O que você acha ?

Como você avalia os primeiros meses do governo Bolsonaro?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...

Veja também

Portal Tempo Novo

Rua Euclides da Cunha, 394 - sl 103 e 104 - Laranjeiras, Serra, ES

CEP:29165-310 - Tel: 27 3328-5765

Todos os direitos reservados ao Jornal Tempo Novo © Desenvolvido por