26.8 C
Serra
terça-feira, 27 de outubro de 2020

Pastor e fundador de igreja Batista da Serra morre por complicações causadas pela Covid-19

Leia também

Efeito eleição? Dos cerca de 700 cargos comissionados da Serra, 631 estão de férias

A Serra tem cerca de 700 cargos comissionados para livre nomeação do chefe do Executivo municipal, que atualmente é...

Covid-19 | Serra é a terceira cidade do ES com mais pessoas curadas

A Serra é a terceira cidade do Espírito Santo com mais pessoas curadas da Covid-19. Na cidade, 17.761 se...

Rap solidário abre o mês da Consciência Negra neste domingo (1)

Junte solidariedade, música, artes plásticas, literatura, periferia e televisão: está formado o Rap Solidário! Realizado numa parceria entre as...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

O pastor Aroldo Sampaio faleceu nesta semana. Foto: Divulgação

Um dos fundadores da Primeira Igreja Batista de Parque Residencial Laranjeiras,  morreu nesta semana. Trata-se do pastor Aroldo Sampaio, que havia sido infectado pelo coronavírus, chegou a ser curado, mas infelizmente não resistiu e faleceu por  complicações causadas e deixadas pela Covid-19. O morador da Serra, que é descrito por familiares e amigos, como um homem totalmente temente a Deus, estava internado desde o dia 8 desse mês.

Aroldo, que era chamado de “Sampa de Deus” por amigos mais próximos, se sentiu abatido e com sintomas gripais no dia 8 de agosto. Após realizar um exame, testou positivo para o coronavírus e precisou ser internado, por orientação médica, no dia 11 desse mês. Desde então, ficou hospitalizado e faleceu na última segunda-feira (24), com 76 anos. Sua filha, Rúbia Herculana, conversou com o TEMPO NOVO.

“Durante o período em que esteve na UTI, (ele) foi curado da Covid-19, contudo por conta de uma infecção secundária, seu óbito se deu por choque séptico, sepsia e pneumonia bacteriana, conforme laudo médico. Seu óbito (ocorreu) no dia 24/8 e o sepultamento no dia 25 no Jardim da Paz, dia do soldado, partiu como um bom soldado de Cristo”, afirmou sua filha.

Rúbia ainda acrescentou que seu pai era fundador da Primeira Igreja Batista de Laranjeiras. “Não era o pastor titular da PIB de Laranjeiras, mas era fundador, orou na pedra fundamental. Foi durante muitos anos: vice presidente, professor da EBD, diácono, pregava nos cultos do amor solidário (atividade realizada todas segundas feiras no Hospital Dorio Silva), no retiro de Vida Plena (retiro voltado para pessoas não crentes), amava evangelizar, como por exemplo, no dia de finados no Jardim da Paz”, informou.

Na comunidade de Laranjeiras, seu Aroldo sempre foi muito ativo e envolvido. Sua filha conta que ele era muito amado e respeitado por todos os moradores que o conhecia. Ele ainda jogava muito futebol no campo de Laranjeiras, pois era técnico do time da PIB . “Pessoa íntegra, de um caráter ilibado, um servo autêntico, sempre primou pela verdade. Excelente pai, um esposo zeloso, avô amoroso, um sogro amado. Tinha a família como a menina dos seus olhos, como gostava de dizer”, afirma Rubia.

O velório de Aroldo aconteceu no cemitério Jardim da Paz. Por lá, passaram cerca de 500 pessoas – isso durante todo o dia.  Seu culto fúnebre, que já havia sido escrito por ele, foi marcado por muita emoção com cânticos escolhidos por ele mesmo. Um dos seus amigos, pastor Ariovaldo Rolim, pregou e fez orações durante o culto.

Aroldo também recebeu homenagens de diversas lideranças evangélicas da Serra e até de outras cidades. Por fim, sua filha Rubia encerrou seu depoimento utilizando a frase que seu pai sempre falava, quando dava a palavra em cultos fúnebres: “ A Serra perde um cidadão, e os céus ganham um adorador.”

Igreja lamenta morte de pastor 

A Primeira Igreja Batista de Laranjeiras lamentou o óbito do pastor Aroldo. Numa publicação feitas nas redes sociais, a direção da instituição disse: “hoje é um dia que nossa família chora a ausência de nosso querido Sampa, mas agradece a Deus pelo amor, carinho e aprendizado de vida e ministerial que o Pr. Aroldo nos proporcionou e tanto marcou nossa igreja e nossas vidas.”

Hoje é um dia que nossa família chora a ausência de nosso querido SAMPA, mas agradece a Deus pelo amor, carinho e…

Posted by Pib Laranjeiras on Monday, August 24, 2020

 

Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Mais notícias

Covid-19 | Serra é a terceira cidade do ES com mais pessoas curadas

A Serra é a terceira cidade do Espírito Santo com mais pessoas curadas da Covid-19. Na cidade, 17.761 se curaram da doença segundo dados...

Rap solidário abre o mês da Consciência Negra neste domingo (1)

Junte solidariedade, música, artes plásticas, literatura, periferia e televisão: está formado o Rap Solidário! Realizado numa parceria entre as Secretarias da Cultura (Secult) e...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!