22.3 C
Serra
quinta-feira, 21 de novembro de 2019

Ovos artesanais e torta capixaba geram renda para serranos em tempo de Páscoa

Leia também

“Vidigal expulsou vereadores do PDT para acomodar o filho na chapa para 2020”, denuncia Fábio Duarte

Após amargar a retirada do seu nome do quadro de filiados do PDT, o vereador Fabio Duarte (sem partido)...

Lideranças partidárias da Serra acham improvável a aliança PDT/Rede/PV/PSB nas eleições 2020

Lideranças partidárias do Espírito Santo acham pouco provável uma aliança entre Rede, PDT, PSB e PV, conforme declarou Ciro...

Capixabas participam da convenção do partido de Bolsonaro, em Brasília

Um grupo de capixabas está em Brasília para participar da primeira convenção do Aliança pelo Brasil, partido do presidente...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Karen produz ovos de Páscoa e aumenta faturamento em 80% no período. Foto: Fábio Barcelos

A Semana Santa e a Páscoa estão chegando e muita gente aproveita o período para aumentar o orçamento de casa, seja com a venda de ovos artesanais de chocolate, seja produzindo e negociando a tradicional torta capixaba. Para quem já trabalha com doces, a venda de ovos e outros quitutes faz desse período o mais quente do ano, quando os ganhos chegam a triplicar.

É o caso de Karen Ramos Vidal Vieira, de Colina de Laranjeiras. “Trabalho com confeitaria e essa é a melhor época do ano. O trabalho aumenta uns 80% e ganhamos até três vezes mais com a venda de ovos de chocolate. E para este ano, a expectativa é de vender 100 ovos a mais”, espera.

Niassa Línea de Souza Silva, também de Colina de Laranjeiras, dobra as vendas. “Já trabalho com vendas de doces, bolos no pote, cones, brigadeiros. E na Páscoa dá para tirar o extra, pois atende a um público maior. Minhas vendas e produção dobram. Além dos doces que já faço, produzo ovos de colher e, no ano passado, vendi cerca de 70. Fora das encomendas, também faço alguns ovos a mais, pois sempre tem quem os procure de última hora”, explica.

Dária Soares, de Taquara II, também alavanca as encomendas no período. “Vendo doces e salgados na rua e trabalho com encomendas de bolos de aniversário. Mas no mês da Páscoa incluo ovos de colher e minibolos, que também saem muito, por encomenda. A renda dobra no período”, aponta.

A aposentada Ângela Maria Rodrigues Neres, de Morada de Laranjeiras, aproveita seus dotes culinários e pega encomendas de torta capixaba para a Páscoa. “Tenho um churrasquinho e cozinho para fora, mas no ano passado comecei a pegar encomenda de tortas capixabas na Semana Santa. Tive 10 encomendas e deu para ganhar um troquinho bom, cerca de R$400. Este ano farei de novo e já tenho duas encomendas”, revela.

Contato dos empreendedores citados na matéria:

Karen Vidal (27) 99263-5627

Niassa Línea (27) 99936-0338

Dária Soares (27) 99831-3083

Ângela Maria (27) 99931-4811

Comentários

Mais notícias

Lideranças partidárias da Serra acham improvável a aliança PDT/Rede/PV/PSB nas eleições 2020

Lideranças partidárias do Espírito Santo acham pouco provável uma aliança entre Rede, PDT, PSB e PV, conforme declarou Ciro Gomes, líder do PDT, para...

Capixabas participam da convenção do partido de Bolsonaro, em Brasília

Um grupo de capixabas está em Brasília para participar da primeira convenção do Aliança pelo Brasil, partido do presidente da República, Jair Bolsonaro. O...

Serranos participam de seletiva de Vôlei Adaptado em Vitória

Eles têm 50, 60 e até 70 anos, mas, com uma vitalidade de dar inveja em muito marmanjo por aí. Esses são os vovôs...

Ministério público pede perda de mandato e de direitos políticos para Geraldinho Feu Rosa

Vereador de primeiro mandato, Geraldinho pode ter que ficar cinco anos sem disputar as eleições

Você também pode ler

Comentários
javascript:void(0)
close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!