27.7 C
Serra
terça-feira, 02 de junho de 2020

Os perigos e armadilhas das ‘fake news’ em debate nesta quinta no Eliziário Rangel

Leia também

Usuários podem denunciar falta de leitos para pacientes com Covid-19

Usuários do sistema público de saúde podem denunciar, via WhatsApp, a recusa de atendimento imediato por falta de leitos...

Nove de cada dez leitos para covid já estão ocupados na Grande Vitória

A Região Metropolitana, da qual a Serra, faz parte, esta com ocupação de leitos de UTI, segundo dados do...

Casagrande anuncia novos leitos e não descarta medidas mais duras de distanciamento social

Na noite desta segunda-feira (1) o governador do Estado, Renato Casagrande (PSB), anunciou que nas últimas horas o Governo abriu...
Vilson Vieira Jrhttps://www.portaltemponovo.com.br%20
Morador da Serra, Vilson Vieira Junior é repórter do Tempo Novo. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal, principalmente para a de Esporte.

Palestra no Eliziário Rangel discute um dos temas que mais preocupam a sociedade hoje em dia: as notícias falsas (Foto: Divulgação)

As fake news – ou notícias falsas – se tornaram uma das maiores preocupações na era da informação digital, principalmente com o advento das redes sociais. Por esse motivo e com o intuito de refletir sobre a relevância do tema para a democracia e o direto à informação, o Centro Cultural Eliziário Rangel realiza uma palestra com Bruno Morais, graduado em Biblioteconomia pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

O evento será nesta quinta-feira (3), às 19h30, com entrada gratuita e sem necessidade de inscrição.

Bruno, que também fez intercâmbio acadêmico na Universidade do Algarve, em Portugal, irá destacar em sua palestra os debates ético-políticos a respeito do tema. Bruno também atua na área de gestão de informação e na criação de produtos e serviços nesse segmento.

O Graduado em Biblioteconomia Bruno Morais será o palestrante (Foto: Divulgação)

O palestrante é um dos autores do livro ‘A construção social do acesso público à informação no Brasil: contexto, historicidade e repercussões” e idealizador do ‘Fora das Bolhas’, projeto que visa democratizar as informações e combater as fake news.

Fake news made in Brazil

De acordo com um estudo do Instituto Ipsos realizado em 2018 no Brasil, 62% dos entrevistados afirmaram ter acreditado em notícias falsas até descobrirem que não eram verdade, índice que está acima da média mundial, que é de 48%.

A pesquisa também apontou que, para 53% dos brasileiros, o Whatsapp é a principal plataforma digital para debate e troca de notícias, número bem acima do detectado no Reino Unido (9%), Austrália (6%), Canadá (4%) e Estados Unidos (4%).

Serviço

Palestra sobre ‘fake news’ no Centro Cultural Eliziário Rangel

Endereço: Rua Gonçalves Dias, nº 1201, bairro São Diogo, Serra

Data: Quinta-feira (3)

Horário: às 19h30

Comentários

Mais notícias

Nove de cada dez leitos para covid já estão ocupados na Grande Vitória

A Região Metropolitana, da qual a Serra, faz parte, esta com ocupação de leitos de UTI, segundo dados do Painel Covid-19 do Governo do...

Casagrande anuncia novos leitos e não descarta medidas mais duras de distanciamento social

Na noite desta segunda-feira (1) o governador do Estado, Renato Casagrande (PSB), anunciou que nas últimas horas o Governo abriu leitos de UTI e enfermaria...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!