Orquestra Sinfônica faz apresentação inédita nesta quarta e quinta

0
As apresentações vão homenagear Vitória e acontecem no Teatro Carlos Gomes. Foto: Divulgação
As apresentações vão homenagear Vitória e acontecem no Teatro Carlos Gomes. Foto: Divulgação

Três atrações diferentes irão abrilhantar as apresentações das próximas quarta (28) e quinta-feira (29) da Orquestra Sinfônica do Espírito Santo (Oses). Sob a regência do maestro titular Helder Trefzger, os concertos começam às 20 horas, no Teatro Carlos Gomes, em Vitória. Os ingressos, vendidos a preços populares (R$2 inteira e R$1 meia), podem ser adquiridos com antecedência na bilheteria do Teatro Carlos Gomes (tel. 3132-8399).

Logo de início será feita a estreia mundial da obra Ressonâncias da Ilha, escrita pelo compositor Martinêz Galimberti Nunes, que é natural de Porto Alegre. Em 2014 transferiu-se para Vitória, onde atua como violista da  Sinfônica do Espírito Santo e da Orquestra Camerata SESI.

A peça Ressonâncias da Ilha é uma obra  escrita  especialmente para  a  Sinfônica do Espírito Santo e  é inspirada na cidade de Vitória. A geografia da cidade, a história de batalhas e conquistas  e  a  paisagem sonora  atual  são  representadas  na  obra  por meio  de um subjetivo poema sonoro orquestral.

Logo em seguida, será apresentado o Concerto para quinteto de metais e orquestra de cordas e tímpanos, intitulado Tanguero, escrito pelo compositor Arthur Barbosa. A interpretação ficará a cargo do Quinteto Capixaba de Metais, que é formado pelos músicos Denis Tampelini, Vinicius Novais, Ricardo Lepre, Fredson Monteiro e Deivid Peleje, todos integrantes da Oses. A obra, claramente inspirada no tango, alia a força do ritmo da dança com a suavidade das melodias sentimentais.

Para concluir o programa, será apresentada uma das obras mais populares da música clássica, a célebre Sinfonia do Novo Mundo, escrita entre 1892 e 1893, quando Dvorak estava nos Estados Unidos. A obra estreou no dia 16 de dezembro de 1893, no Carnegie Hall, interpretada pela Filarmônica de Nova Iorque, durante as comemorações do quarto centenário da descoberta da América, e, por isso, a obra recebeu o título de Sinfonia do Novo Mundo. A composição lembra os sons das músicas dos negros americanos além de temas indígenas e da música folclórica tcheca.

Serviço:

TEMPORADA 2016

Séries “SÉRIE PRÉ-ESTREIA E CONCERTOS SINFÔNICOS”

Obras de: Dvorak, Martinez Nunes e Arthur Barbosa

Regência: Maestro Helder Trefzger

Solistas: Quinteto Capixaba de Metais (Denis Tampelini, Vinicius Novais, Ricardo Lepre, Fredson Monteiro e Deivid Peleje)

Local: Teatro Carlos Gomes

Data: 28 e 29/09

Horário: 20h

INGRESSOS: R$2,00 (inteira) e R$1,00 (meia). Os ingressos podem ser adquiridos com antecedência na bilheteria do Teatro. Telefone: 3132-8399

Comentários