25.5 C
Serra
terça-feira, 10 de dezembro de 2019

Sem greve, ônibus circulam normalmente nesta segunda

Leia também

Emprego: Sine abre 101 vagas para início imediato na Serra

Os moradores da Serra que estão procurando uma oportunidade de emprego terão uma nova chance nesta quarta (11) e...

Polícia prende quatro homens por rombo de R$ 200 mil nos Correios

Na manhã desta quarta-feira (10) a Polícia Federal em parceria com a Polícia Militar identificou o possível esconderijo do...

Fortlev investe no mercado de energia solar

Líder nacional no mercado de caixas d’ água, inclusive com atuação até fora do país, a Fortlev acaba de...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Greve não vai acontecer nesta segunda-feira. Foto: Gabriel Almeida

Após anunciar a decisão de que iriam entrar em greve nesta segunda-feira (2), os rodoviários participaram de uma audiência na Justiça, juntamente com o GVBus, e suspenderam a paralisação que iria deixar os capixabas sem ônibus no início desta semana, na Grande Vitória.

Com isso, a promessa do Sindirodoviários é de que 100% da frota do Sistema Transcol estará nas ruas atendendo os passageiros que precisam do transporte público para se locomoverem. Durante a audiência de conciliação, intermediada pela desembargadora Ana Paula Tauceda, que apresentou uma proposta para os sindicatos dos trabalhadores e patronal, ficou decidido que a greve está suspensa.

O Sindirodoviários informou que irá realizar reuniões com as empresas até a próxima quarta-feira (4), onde decidirão se a greve irá realmente acontecer. Os rodoviários e empresários se reunirão no Ministério Público do Trabalho para discutirem a proposta abaixo:

  • Reajuste de 3,04% de perda inflacionária mais ganho real
  • Aumento de R$ 1,00 nos tíquetes de alimentação e restaurante
  • Mudança da data-base para o mês de agosto
  • Formalização do uso e da existência do carro extra nos horários de pico

Principal reivindicação de rodoviários é o reajuste salarial

Os rodoviários apresentaram várias propostas para os empresários, mas a principal é o reajuste salarial. A categoria pediu 9% de reajuste, mas as empresas ofereceram 2,54%. Esse foi o principal motivo da decisão de entrar em estado de greve.

Os motoristas e cobradores rejeitaram a contraproposta patronal, que oferece 2,54% de reajuste salarial. A pauta de reivindicações entregue as empresas solicitava 9% de reajuste acima da inflação, além de mudança da data base para 1º de maio,  plano de saúde integral, mudanças em escalas de trabalho, entre outros pontos.

A diretoria do sindicato informou que as empresas se negaram a negociar e apresentaram a contraproposta. Após isso, o sindicato das empresas (GVBus) entrou na Justiça e conseguiu a realização da audiência de conciliação.

Comentários

Mais notícias

Polícia prende quatro homens por rombo de R$ 200 mil nos Correios

Na manhã desta quarta-feira (10) a Polícia Federal em parceria com a Polícia Militar identificou o possível esconderijo do grupo que estava assaltando agências...

Fortlev investe no mercado de energia solar

Líder nacional no mercado de caixas d’ água, inclusive com atuação até fora do país, a Fortlev acaba de entrar num outro negócio para...

WhatsaApp é principal fonte de informação do brasileiro, diz pesquisa

Uma pesquisa realizada pela Câmara dos Deputados e pelo Senado mostrou o WhatsApp como principal fonte de informação dos entrevistados: 79% disseram receber notícias...

Caixa começa a pagar décimo terceiro do Bolsa Família | Veja quando receber

Os beneficiários do Bolsa Família começarão a receber nesta terça-feira (10) o abono natalino, equivalente ao décimo terceiro do benefício. Instituído pela Medida Provisória...

Você também pode ler

Conteúdo patrocinado

Comentários
javascript:void(0)
close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!