18.8 C
Serra
quinta-feira, 28 de Maio de 2020

Sem greve, ônibus circulam normalmente nesta segunda

Leia também

Fábio Duarte, escolhido por Audifax para ser o seu sucessor, fala um pouco da sua história

Administrar uma Prefeitura como a da Serra, o município mais populoso do Estado, não é para qualquer um. Suceder...

Destruição da Mata Atlântica reduz no ES, mas cresce em outros estados

Em tempos onde Brasília age abertamente para reduzir a proteção ambiental no país, uma boa notícia para os capixabas....

Polícia Rodoviária apreende 1.440 caixas de cervejas sem nota fiscal na Serra

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu uma carga de caminhão com 1.440 caixas de cervejas sem nota fiscal na...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Greve não vai acontecer nesta segunda-feira. Foto: Gabriel Almeida

Após anunciar a decisão de que iriam entrar em greve nesta segunda-feira (2), os rodoviários participaram de uma audiência na Justiça, juntamente com o GVBus, e suspenderam a paralisação que iria deixar os capixabas sem ônibus no início desta semana, na Grande Vitória.

Com isso, a promessa do Sindirodoviários é de que 100% da frota do Sistema Transcol estará nas ruas atendendo os passageiros que precisam do transporte público para se locomoverem. Durante a audiência de conciliação, intermediada pela desembargadora Ana Paula Tauceda, que apresentou uma proposta para os sindicatos dos trabalhadores e patronal, ficou decidido que a greve está suspensa.

O Sindirodoviários informou que irá realizar reuniões com as empresas até a próxima quarta-feira (4), onde decidirão se a greve irá realmente acontecer. Os rodoviários e empresários se reunirão no Ministério Público do Trabalho para discutirem a proposta abaixo:

  • Reajuste de 3,04% de perda inflacionária mais ganho real
  • Aumento de R$ 1,00 nos tíquetes de alimentação e restaurante
  • Mudança da data-base para o mês de agosto
  • Formalização do uso e da existência do carro extra nos horários de pico

Principal reivindicação de rodoviários é o reajuste salarial

Os rodoviários apresentaram várias propostas para os empresários, mas a principal é o reajuste salarial. A categoria pediu 9% de reajuste, mas as empresas ofereceram 2,54%. Esse foi o principal motivo da decisão de entrar em estado de greve.

Os motoristas e cobradores rejeitaram a contraproposta patronal, que oferece 2,54% de reajuste salarial. A pauta de reivindicações entregue as empresas solicitava 9% de reajuste acima da inflação, além de mudança da data base para 1º de maio,  plano de saúde integral, mudanças em escalas de trabalho, entre outros pontos.

A diretoria do sindicato informou que as empresas se negaram a negociar e apresentaram a contraproposta. Após isso, o sindicato das empresas (GVBus) entrou na Justiça e conseguiu a realização da audiência de conciliação.

Comentários

Mais notícias

Destruição da Mata Atlântica reduz no ES, mas cresce em outros estados

Em tempos onde Brasília age abertamente para reduzir a proteção ambiental no país, uma boa notícia para os capixabas. Houve redução de 31% na...

Polícia Rodoviária apreende 1.440 caixas de cervejas sem nota fiscal na Serra

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu uma carga de caminhão com 1.440 caixas de cervejas sem nota fiscal na madrugada desta quarta-feira (27), no...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!