O serrano Gaha perde no estadual de handebol

0
O time do Gaha perdeu sua segunda partida no estadual de handebol. Foto: Thiago Albuquerque
O time do Gaha perdeu sua segunda partida no estadual de handebol. Foto: Thiago Albuquerque

Por Thiago Albuquerque

Na noite da última terça-feira (08), no ginásio de Jardim Limoeiro, um jogo que poderia ter ares mais tranquilos acabou virando cenário para a segunda derrota do Gaha no Estadual de handebol.

O time de Laranjeiras ganhou o jogo de ida contra o mesmo Sphand, de goleada 33×16, mas não conseguiu manter a mesma atuação e perdeu o jogo de volta por 30×27.

O time do Sphand teve uma boa atuação, mostrou ataque forte, não perdendo contra ataques, e conseguindo ficar quase todo o jogo a frente no placar. O placar final não retratou totalmente o que foi o jogo. O time de Vitória poderia ter feito um placar um pouco mais distante.

O time de Laranjeiras começou bem a partida, mas com o decorrer do jogo deixou o time de Vitória impor o ritmo. O time começou aceitar a tática da equipe do SP que adiantou a marcação e com isso dificultou ainda mais o jogo.

Outro ponto foi a falta de alternância de jogadas no ataque do Gaha. O time não tinha movimentação pelo meio, ficando sempre na mão de jogadas individuais. Deu para contar nos dedos, as boas trocas de passe e troca de movimentação pelo meio para dificultar a marcação do SP.

O destaque do Sphand ficou por conta do Weslei que marcou 10 gols na partida, e do lado do Gaha, Felipe com 6, e empatados com 5 gols, Rodrigo e Bebeto.

Agora o time do Gaha tem neste final de semana dois jogos determinantes na competição. Ambos os jogos acontecem no ginásio de Jardim Limoeiro. No sábado (12), às 17h30, o jogo é contra o Tigers de Rio Novo do Sul e no domingo às 10h, contra o Fiorante Caliman de Venda Nova.

Federação e arbitragem

A organização está deixando a desejar com relação ao seguimento do calendário. O jogo entre Gaha x Sphand, deveria ter acontecido no dia 12 de julho, e só veio ocorrer dois meses depois. A organização que é da Federação Capixaba de Handebol, segue com dificuldade para contato, por não ter um telefone fixo. O único meio de comunicação disponível é na rede social do Facebook, que nem é da federação e sim da presidente Iara, que também é criticada pela dificuldade no contato.

Na parte de arbitragem da noite da última terça, a falta de critério predominou. Reclamações de ambos os lados foram fortes. Jogadores, treinadores se mostravam inconformados com a maior parte das marcações.

Veja abaixo os próximos jogos

TAbela Gaha

Comentários