20.3 C
Serra
quarta-feira, 27 de Maio de 2020

Número de casos confirmados da Covid-19 sobe para 300 no Espírito Santo

Leia também

Fábio Duarte, escolhido por Audifax para ser o seu sucessor, fala um pouco da sua história

Administrar uma Prefeitura como a da Serra, o município mais populoso do Estado, não é para qualquer um. Suceder...

Destruição da Mata Atlântica reduz no ES, mas cresce em outros estados

Em tempos onde Brasília age abertamente para reduzir a proteção ambiental no país, uma boa notícia para os capixabas....

Polícia Rodoviária apreende 1.440 caixas de cervejas sem nota fiscal na Serra

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu uma carga de caminhão com 1.440 caixas de cervejas sem nota fiscal na...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Na foto, UTI do Hospital Jayme dos Santos Neves, que é referência no atendimento ao coronavírus. Foto: Divulgação / Sesa

O número de casos confirmados do novo coronavírus no Espírito Santo aumentou. De acordo com a última atualização divulgada pela Secretaria de Estado da Saúde, na tarde desta quinta-feira (9), o Estado registrou 300 pacientes infectados e 1.079 casos suspeitos da Covid-19. Em um dia, foram 27 novas confirmações.

De acordo com as informações divulgadas pelo Estado, na Serra, são 64 moradores que foram infectados, sendo que um dos pacientes veio a óbito. Em todo o ES, são sete mortes. Dos casos confirmados, 41 pacientes já estão curados, 202 estão em isolamento residencial e 50 estão internados, sendo 33 em Unidades de Terapia Intensiva (UTI). Além disso, existem outras oito mortes suspeitas, que seguem em investigação.

Conforme noticiado pelo TEMPO NOVO, o Estado já registra casos de transmissão comunitária da doença, ou seja, quando não há como identificar a origem da contaminação. Na Serra, o prefeito Audifax Barcelos (Rede) decretou estado de calamidade pública. Na prática, a medida ajuda na flexibilização do orçamento público para o combate à pandemia causada pela Covid-19.

Sobre os casos, a Secretaria de Estado da Saúde não informa os dados pessoais, como o bairro onde a pessoa infectada ou com suspeita mora. De acordo com a Sesa, essas informações são invioláveis de acordo com a Constituição Federal, estando protegidos por sigilo pela Lei 13.709/2018, sendo vedada inclusive a divulgação de bairros em que se localiza a residência dos casos suspeitos ou confirmados. “A violação destes direitos está sujeita a responsabilização administrativa, cível e criminal”, acrescentou por nota.

Comentários

Mais notícias

Destruição da Mata Atlântica reduz no ES, mas cresce em outros estados

Em tempos onde Brasília age abertamente para reduzir a proteção ambiental no país, uma boa notícia para os capixabas. Houve redução de 31% na...

Polícia Rodoviária apreende 1.440 caixas de cervejas sem nota fiscal na Serra

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu uma carga de caminhão com 1.440 caixas de cervejas sem nota fiscal na madrugada desta quarta-feira (27), no...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!