28.7 C
Serra
sábado, 22 janeiro - 2022
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 71.679 casos
  • 1.485 mortes
  • 69.752 curados

Nomes de pessoas marcados em vagas de estacionamento na orla de Jacaraípe revoltam moradores da Serra

Leia também

Serra terá dois novos pontos de testagem de Covid-19 | Confira

Diante do crescente número de casos positivos de Covid-19 registrados nos últimos dias, a procura por testes aumentou e...

Avanço explosivo da Ômicron adoece 1.550 pessoas na Serra em 24h

A circulação da variante Ômicron em território capixaba tem causado um aumento explosivo de novos casos da Covid-19 na...

Serra volta para risco moderado e pode sofrer restrições devido ao avanço da Covid-19

Devido ao aumento de casos de coronavírus e mortes causadas por complicações da Covid-19, a Serra voltou a ser...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br
Gabriel Almeida é jornalista do Tempo Novo há mais de sete anos. Atualmente, escreve para diversas editorias do jornal.

A cena, inusitada e ilegal, chamou atenção de turistas que temiam estacionar seus veículos na Avenida Nossa Senhora dos Navegantes. Foto: Gabriel Almeida

Mauro, Edson, Andrique e Rogério. Estes são apenas alguns dos muitos nomes fixados em vagas públicas de estacionamento situadas na orla de Castelândia, em Jacaraípe, na Serra. A cena, inusitada e ilegal, chamou atenção de turistas que temiam estacionar seus veículos na Avenida Nossa Senhora dos Navegantes devido a misteriosa demarcação feita por alguém não autorizado pela Prefeitura da Serra.

Imagens feitas pela reportagem mostram diversos nomes pintados no chão da avenida beira mar. Quem fez as marcações? Essa é uma reposta que ninguém sabe responder. Entretanto, uma situação chama a atenção dos moradores: as pinturas de estacionamento foram feitas em frente a um condomínio de colônia de férias de uma mineradora.

Motoristas que foram para a praia de Castelândia em veículos ficaram receosos em estacionarem os carros e motos nas vagas com nomes, já que temiam estar ocupando uma vaga privativa. “Eu sei que a rua é pública, mas fiquei com medo da prefeitura ter autorizado algum condomínio ou empresa a determinar de quem seria a vaga do estacionamento. Mesmo assim, utilizei o espaço, pois isso aqui é tudo da população e não do setor privado”, disse um morador da Serra que preferiu não se identificar.

Para entender melhor a situação, a reportagem entrou em contato com a Prefeitura da Serra. O Município, por meio de nota, negou que tenha autorizado as pinturas e prometeu resolver a situação o mais breve possível.

“A Prefeitura informa que não autorizou esse tipo de intervenção e que fará a pintura do local”, diz o texto da nota.

 

Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br
Gabriel Almeida é jornalista do Tempo Novo há mais de sete anos. Atualmente, escreve para diversas editorias do jornal.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!