• CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 35.992 casos
  • 711 mortes
  • 34.605 curados
26.1 C
Serra
quarta-feira, 27 janeiro - 2021
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 35.992 casos
  • 711 mortes
  • 34.605 curados

Música clássica a preço popular em Vitória

Leia também

Reunião entre Vandinho e Coronel Ramalho confirma reforma de delegacia em Jacaraípe  

O problema na segurança é uma das principais queixas dos moradores da Grande Jacaraípe, na Serra. Embora seja um...

Empresa vence ‘queda de braço’ na Justiça e serranos poderão beber água infectada com lixo

A qualidade da água na região de Serra Sede já deixa a desejar e a situação poderá ficar ainda...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há 25 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

A Oses e seu regente, o maestro Helder Trefzger. Foto: Divulgação Secult
A Oses e seu regente, o maestro Helder Trefzger. Foto: Divulgação Secult

Semana que vem nos próximos dias 13 e 14, a Orquestra Sinfônica do Espírito Santo (OSES) dá prosseguimento à sua temporada com mais duas apresentações, dentro das séries Quarta Clássica e Quinta Clássica. As apresentações acontecerão no Theatro Carlos Gomes, às 20h. Os ingressos, já disponíveis para venda, são a preços populares: R$2,00 a inteira e R$1,00 a meia.

Os ingressos podem ser adquiridos com antecedência na bilheteria do Teatro. Telefone: 3132-8399

O programa traz uma obra inédita no Espírito Santo: a Sinfonia n.º 1, do compositor austríaco Gustav Mahler, conhecida como Sinfonia Titã, escrita entre os anos de 1884 e 1888. Gustav Mahlerfoi é um dos principais compositores e maestros da sua época.

A sua música faz a transição entre os séculos 19 e 20. Suas obras são escritas para grande orquestra e buscavam romper os limites até então em vigor. O subtítulo da sinfonia, Titã, refere-se ao livro do escritor romântico Jean Paul. Naabertura do concerto, uma outra obra inédita no Estado: Summer Evening, do inglês Delius.

Atual diretor artístico e maestro titular da Orquestra Sinfônica do Estado do Espírito Santo, Helder Trefzger estudou em algumas das principais universidades brasileiras, como a UFRJ, a UFMG e a UnB e teve aulas complementares com professores de renomadas instituições de ensino musical, como o Conservatório de Moscou, a Manhattan School of Music, e a Arts Academy – Istituzione Sinfonica di Roma. É Mestre em Música (Regência – Práticas Interpretativas) e Bacharel em Música – Regência.

Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há 25 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!