20.3 C
Serra
quinta-feira, 06 de agosto de 2020

Estado muda e amplia critérios para coleta e detecção do novo coronavírus

Leia também

Análise: Xambinho, entre a juventude e a maturidade para lançar uma pré-candidatura independente

Aos 33 anos, o deputado mais jovem da Assembleia, Alexandre Xambinho (PL) se vê diante do momento mais importante...

Polícia Militar atendeu 6.124 ocorrências na Serra durante o mês de julho

Durante os 31 dias do mês de julho na Serra a Polícia Militar realizou 1.677 operações. Os dados foram...

Novo condomínio de R$ 35 milhões pode gerar até 200 vagas de emprego na Serra

Um investimento de R$ 35 milhões e a expectativa de geração de até 200 vagas de empregos diretos. Esse...
Redação Jornal Tempo Novo com informações de assessoriahttps://www.portaltemponovo.com.br
O Tempo Novo é da Serra. Fundado em 1983 é um dos veículos de comunicação mais antigos em operação no ES. Independente, gratuito, com acesso ilimitado e ultra regionalizado na maior cidade do Estado.

O objetivo de detectar precocemente a doença e intervir oportunamente antes do agravamento do quadro clínico. Foto: Divulgação

A Secretaria da Saúde publicou, na tarde da última segunda-feira (13), atualizações das definições de casos e critérios para a coleta do novo Coronavírus (Covid-19) no Espírito Santo.

Deverão ser coletadas amostras para investigação pacientes suspeitos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e em casos suspeitos, com ou sem febre nas categorias: pacientes que estejam hospitalizados; trabalhadores da Saúde; profissionais das forças de segurança; crianças menores de 5 anos, portadores de comorbidades; pessoas a partir de 45 anos, portadores de comorbidades; idosos em Instituições de Longa Permanência; grávidas em qualquer idade gestacional, puérperas até duas semanas após o parto, e lactantes; e população indígena aldeada. Para os casos suspeitos com febre deverá ser coletada para a população privada de liberdade.

Dessa forma o Estado amplia, a coleta de exames para a população, com o objetivo de detectar precocemente a doença e intervir oportunamente antes do agravamento do quadro clínico.

“Estamos ampliando os grupos que precisam ter uma detecção precoce da doença, são grupos importantes para podermos junto as vigilâncias municipais, acompanhar mais de perto a evolução da doença e tenhamos um manejo precoce em caso de internação”, explicou o subsecretário de Vigilância em Saúde, Luiz Carlos Reblin.

Além das atualizações de novos critérios de coleta, foram incluídos novos critérios de confirmação para a Covid-19. Foram criados o critério clínico e de clínico-imagem, além da atualização do critério laboratorial.

As atualizações são válidas para todo território capixaba desde a terça-feira (14). Confira as novas determinações:

NOTA TECNICA COVID.19 N. 53.20 Definição de Casos Operacionais e Critérios de Coleta

Comentários

Redação Jornal Tempo Novo com informações de assessoriahttps://www.portaltemponovo.com.br
O Tempo Novo é da Serra. Fundado em 1983 é um dos veículos de comunicação mais antigos em operação no ES. Independente, gratuito, com acesso ilimitado e ultra regionalizado na maior cidade do Estado.

Mais notícias

Polícia Militar atendeu 6.124 ocorrências na Serra durante o mês de julho

Durante os 31 dias do mês de julho na Serra a Polícia Militar realizou 1.677 operações. Os dados foram divulgados pelo 6º Batalhão da...

Novo condomínio de R$ 35 milhões pode gerar até 200 vagas de emprego na Serra

Um investimento de R$ 35 milhões e a expectativa de geração de até 200 vagas de empregos diretos. Esse é o impacto econômico do...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!