27.7 C
Serra
sábado, 28 maio - 2022
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 71.679 casos
  • 1.485 mortes
  • 69.752 curados

Moradores prometem novo protesto sobre dragagem de rio

Leia também

Campanha de segurança de trânsito alcança 3 mil serranos

Desde o inicio deste mês, o Departamento Operacional de Trânsito (DOT), tendo em vista a campanha de conscientização de...

Polícia prende suspeitos de roubar carro com bebê e criança na frente de creche na Serra

A Policia Civil, por meio da Divisão Especializada de Furtos e Roubos de Veiculos, prendeu em flagrante um dos...

Lei torna hediondo crime praticado contra menores de 14 anos

O Presidente Jair Bolsonaro sancionou a Lei 14.344/2022 que cria mecanismos para a prevenção e o enfrentamento da violência...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há 25 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Por Conceição Nascimento

Segundo a prefeitura 66 casas serão removidas
Segundo a prefeitura 66 casas serão removidas

Segue a polêmica sobre as obras de dragagem e alargamento do rio Jacaraípe. Moradores das comunidades do entorno do manancial prometem uma manifestação nesta sexta-feira (17), às 6h30 da manhã, na ponte da Avenida Abdo Saadi.

Cartazes espalhados na região pelos críticos da dragagem convocam manifestação “em prol da execução correta da obra, do uso de equipamentos apropriados e a abertura do rio na altura da Ponte Velha”.

“Queremos que a obra ocorra conforme foi estabelecido nas condicionantes; que sejam retirados os resíduos do rio e que saibamos a destinação destes resíduos”, afirma um dos organizadores. Ele pediu para não ser identificado.

“A obra começou em desacordo com o que foi programado, queremos uma draga em São Patrício e Parque Jacaraípe o mais rapidamente possível, antes das chuvas de dezembro”, acrescentou.

Esse manifestante disse ainda que é preciso solucionar o problema da Ponte Velha.  Nesse ponto a água fica represada em caso de chuva forte. O projeto apresentado não esclareceu muitas das dúvidas da população”, concluiu.

 

 

Ribeirinhos

No último dia 03 moradores das margens do rio interromperam o trânsito na avenida Abdo Saad, a principal de Jacaraípe, em protesto contra a falta de informações sobre as casas que serão removidas para o alargamento do leito.

Na última sexta(07) a prefeitura fez reunião com esses moradores. Segundo o assessor especial da PMS, João Nardotto,  66 casas deverão ser retiradas das margens e o município vai estudar “caso a caso” para saber se vai ou não indenizar os proprietários e encaminhá-los aos programas de habitação ou aluguel social.

Depois de ficar parada por cerca de dois meses, a dragagem foi retomada na semana passada. Segundo Nardotto, por conta disso a previsão de término em julho de 2015 está sendo revista. Ela garantiu que os manguezais e matas ciliares devastados serão recuperados.

O custo da dragagem e alargamento do rio é de R$ 10 milhões. A empreiteira é a Ônix Engenharia.    

Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há 25 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!