20.7 C
Serra
quarta-feira, 22 setembro - 2021
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 71.679 casos
  • 1.485 mortes
  • 69.752 curados

Moradora da Serra supera relação abusiva e espalha beleza, criatividade e humor no Instagram

Leia também

Vendaval destrói poste e deixa bairro da Serra sem energia elétrica

O vendaval da noite desta terça-feira (21) está deixando estragos em alguns bairros da Serra. Em Vila Nova de Colares,...

Calorão na Serra dá lugar a chuva e ventos de até 40 km/h nessa quarta-feira

No dia em que marca a passagem para a Primavera no Hemisfério Sul, o avanço de um sistema frontal...

Assembleia Legislativa aprova regras para gratuidade em ônibus

  Deputados estaduais aprovaram nesta quarta-feira (21) o Projeto de Lei Complementar 24/2021, que faz ajustes à Lei Complementar 971/2021....
Redação Jornal Tempo Novohttp://WWW.portaltemponovo.com.br
O Tempo Novo é da Serra. Fundado em 1983 é um dos veículos de comunicação mais antigos em operação no ES. Independente, gratuito, com acesso ilimitado e ultra regionalizado na maior cidade do Estado.

Thayná Thomaz Bonfim, tem 23 anos e mora em Alterosas. Foto: Divulgação

Com uma linha de conteúdo jovial, criativo e bem humorado, Thayná Thomaz Bonfim, de 23 anos, está arrasando no Instagram e ganhando cada vez mais seguidores. Além do bom conteúdo, saltam aos olhos a beleza encantadora da digital influencer, que é moradora de Alterosas.

Para a reportagem, ela contou como superou um relacionamento abusivo com o ex-namorado, pai do seu filho, e hoje é uma mulher livre e feliz, conseguindo inclusive, ajudar outras mulheres com sua fortaleza e experiência.

Thayná possui quase 13 mil seguidores no Instagram e destaca que a ideia é tornar a rede social mais do que um hobby: quer trabalhar com produção de conteúdo para a web de forma profissional. “No começo era só hobby; agora estou querendo trabalhar com isso mesmo. Trabalhar com conteúdo; influenciar as pessoas e tentar trazer mais conteúdos legais para o canal, sempre. Comecei no final de fevereiro para março; mas eu fazia os vídeos só por fazer; quando sobrava tempo, só por diversão. Mas agora eu estou tentando me profissionalizar, criar uma rotina mais constante”, disse.

E o esforço da bela serrana está dando certo. A maioria dos seguidores do perfil de Thayná é da Grande Vitória, mas também tem seguidor de São Paulo e Belo Horizonte. Ela conta que uma das publicações que mais deram audiência em seu feed é uma que fala justamente sobre violência. “Abordei o assunto de violência do bairro onde moro; sobre o bairro não ser perigoso e deu bastante comentários, respostas e directs”.

Mas não é somente neste tipo de publicação que os seguidores de Thayná interagem. “Neste último mês o meu Instagram deu um boom tão grande que nas estatísticas foram mais de 700 pessoas respondendo aos meus stories, em 30 dias. Já percebi que eles gostam quando posto conteúdos de culinária, receitas, essas coisas do dia-a-dia pedem bastante. Sempre pedem receita de comida e me zoam quando posto coisas engraçadas”, conta.

Thayná conta que também emplacou, sem querer, uma fake news. “Teve uma trend que eu fiz zoando a curtida do Neymar em uma foto minha que era mentira. Fiz uma pegadinha, mas teve gente compartilhando e comentando também”.

Outra curiosidade que Thayná informou ao Tempo Novo é a de um perfil falso que usa suas fotos com frequência em postagens. “Tem uns cinco anos que uma pessoa fica fazendo perfil falso. O nome dele está como Mario, a foto é do Elvis Presley. Ele faz montagem em fotos aleatórias da internet botando a cara dele, que é a do Elvis, e em uma moça do lado ele coloca minha cara e fica falando que a gente casou; que temos um filho que se chama Márcio [Mário] Júnior. Ele é meio doido, já me assustou várias vezes. E vou denunciar, inclusive”.

Violência vivida dentro de casa e na frente do filho

Aos 23 anos, Thayná, já foi vítima de violência doméstica e não tem vergonha de revelar essa parte da sua vida. “Sim, eu sofri violência doméstica por parte do pai do meu filho; isso foi há dois anos. Foi em julho de 2019 e na frente do meu filho, que na época tinha dez meses. Denunciei ele para a polícia e, na época, cheguei a postar no Instagram. Postei uma foto minha, como fiquei depois da agressão, porque ele me enforcou”, afirma a influencer.

Na postagem, Thayná contou sua triste experiência para os internautas. “Ele dava sinais de ser abusivo, porém nunca tinha me agredido, mas me xingava, me colocava como culpada, para baixo. Me humilhava, me afastou de todas as minhas amigas, mas depois falava que me amava. Eu vivi por dois anos, uma loucura, e pensei que nunca iria me bater. Fui contando meu relato para outras mulheres enxergarem que eu realmente não acreditava que ele faria aquilo. E ele fez. Coloquei mais como um alerta para eu poder incentivar outras mulheres a saírem disso. Enxergar os sinais, porque se a pessoa te xinga, não tem respeito por você. Se ela te afasta de todo mundo; tem todos os sinais de um relacionamento abusivo, a tendência de terminar em agressão é muito grande. Mas a gente não enxerga, fica presa no ciclo, acha que não vai conseguir sem a pessoa, porque a pessoa faz a gente acreditar nisso. Faz a gente acreditar que não vai ser feliz sem ela, que só precisa dela para viver”, conta.

Segundo Thayná, essa percepção só veio depois da separação. “No dia que ele me agrediu eu caí na real e vi a situação toda, e que poderia piorar. Eu separei e resolvi por tudo na internet para poder ajudar outras pessoas, e eu ajudei. Deu muita repercussão na época e eu tive que excluir o que postei; mas arquivei”.

A influencer conta que teve o apoio da maioria das pessoas que viram a publicação. “Comecei a falar com muitas mulheres e era o tempo inteiro as pessoas mandando relato do que já tinha acontecido com elas. Eu não tinha como lidar com aquilo porque tive stress pós-traumático; não conseguia comer, dormir, sair na rua, nada. Fiquei realmente traumatizada. Tive que ir à psicóloga, fiz acompanhamento. E é exatamente o que eu indico, pois me ajudou muito e depois disso voltei a viver minha vida normalmente. O recado que eu deixo para as mulheres é sair o quanto antes, quando tiver um sinal de que é abusivo, não fique porque a tendência é piorar”.

Redação Jornal Tempo Novohttp://WWW.portaltemponovo.com.br
O Tempo Novo é da Serra. Fundado em 1983 é um dos veículos de comunicação mais antigos em operação no ES. Independente, gratuito, com acesso ilimitado e ultra regionalizado na maior cidade do Estado.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!