24.6 C
Serra
sexta-feira, 05 de junho de 2020

Morador de rua fixa moradia em restinga de Bicanga

Leia também

Prefeitura diz que nascente ressurgiu após reflorestamento no Parque da Cidade

Três olhos d’água que abastecem o curso do córrego Laranjeiras brotaram no Parque da Cidade após anos de trabalho...

Obrigado, ambientalistas serranos

Num momento em que as políticas de proteção ao meio ambiente sofrem pesado revés no Brasil, fica ainda mais...

Com ausência de Porto, Cabo Puppim quer manter vivo o DNA de direita na Câmara: “recebi uma missão”

Aos 43 anos de idade, o policial reformado e advogado, Bruno Puppim, se vê diante de um novo desafio:...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

A moradora já improvisou, inclusive, um fogão de tijolos. Foto: Divulgação leitor
A moradora já improvisou, inclusive, um fogão de tijolos. Foto: Divulgação leitor

Em Bicanga, uma moradora de rua fixou moradia na orla do balneário. O problema é que a ocupação está numa área de restinga, que é Área de Preservação Permanente (APP).

Segundo uma comerciante da região que não quis se identificar a situação já acontece há algum tempo. “Já falamos sobre isto várias vezes com a associação de moradores que disse que não poderia fazer nada. Mas na minha opinião não pode continuar assim. Esta em área de restinga. Ela já fez acampamento lá e tudo. Tem fogão e a sujeira também é muito grande. Nossa praia está abandonada”.

Já o presidente da Associação de Moradores de Bicanga, Getúlio Vagner disse que já entrou em contato com a prefeitura da Serra sobre o problema. “Já pedimos ajuda ao município mais de uma vez. Não posso tirar a moradora de rua dali, ela não é obrigada a sair”.

A quantidade de lixo produzida também polui a restinga. Foto: Divulgação leitor
A quantidade de lixo produzida também polui a restinga. Foto: Divulgação leitor

A Prefeitura da Serra disse que a Secretaria de Assistência Social da Serra (Semas) realiza trabalho de acompanhamento desta pessoa em situação de rua e está fazendo o encaminhamento para os serviços oferecidos pelo município.

Uma equipe de Fiscalização Ambiental irá ao local nesta quarta-feira (28) para verificar a situação, de forma integrada com a Assistência Social.

Comentários

Mais notícias

Obrigado, ambientalistas serranos

Num momento em que as políticas de proteção ao meio ambiente sofrem pesado revés no Brasil, fica ainda mais evidente a importância dos ativistas...

Com ausência de Porto, Cabo Puppim quer manter vivo o DNA de direita na Câmara: “recebi uma missão”

Aos 43 anos de idade, o policial reformado e advogado, Bruno Puppim, se vê diante de um novo desafio: "contribuir com a mudança da...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!