Morador de Carapebus protesta contra poluição

0
O ato dos moradores de Carapebus aconteceu na última terça-feira (14). Foto: Divulgação
O ato dos moradores de Carapebus aconteceu na última terça-feira (14). Foto: Divulgação

Clarice Poltronieri

Moradores de Praia de Carapebus, bairro vizinho ao Complexo de Tubarão (Vale e ArcelorMittal Tubarão), fizeram uma manifestação na última quarta (15) por conta da poluição por pó preto. Problema que, segundo eles, aumenta no inverno com a maior presença do vento sul.

“Na época de vento sul tudo fica coberto de pó preto e eu adoeço. Está insuportável!”, disse numa rede social, a moradora Regina Perim. Também em postagem na internet, Rosane Rubim reclama. “Falta às autoridades olharem para esse bairro, que também é muito prejudicado pelo pó preto. Basta um dia de vento sul para que nossas casas fiquem infestadas, em pouco tempo tudo fica preto”, relata.

A assessoria de imprensa da ArcelorMittal Tubarão disse que vai investir de R$ 400 milhões até 2018 para reduzir suas emissões. Informou que das 31 ações fiscalizatórias dos órgãos ambientais municipais e estadual em 2015, nenhuma atestou irregularidade. Disse ainda que em 2016, já recebeu visitas dos órgãos ambientais e lideranças comunitárias. Interessados em conhecer a empresa podem agendar visita pelo 3348.3841.

Já a assessoria da Vale disse que a empresa continua investindo em seus controles ambientais. Responsável pela fiscalização da qualidade do ar na Grande Vitória, o Instituto Estadual de Meio Ambiente (Iema) disse que recebeu denúncias dos moradores e que irá investigá-las. Falou que faz vistorias periódicas nas empresas e que está elaborando, em parceria com o Ministério Público, um novo termo de compromisso para que as empresas reduzam a poluição.

Comentários