• CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 33.518 casos
  • 683 mortes
  • 32.183 curados
29.2 C
Serra
segunda-feira, 18 janeiro - 2021
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 33.518 casos
  • 683 mortes
  • 32.186 curados

Mestre Álvaro vai ganhar cinco trilhas com trecho para deficiente visual

Leia também

Com ajuda da Polícia Militar, prefeitura impede invasão de área da Vale na Serra

O que poderia ser mais uma invasão de terra na Serra foi impedida no último domingo (17) numa ação...

Sem água há 3 dias, moradores da Serra se revoltam e protestam contra a Cesan

Após passar por mais de três dias sem receber uma gota de água nas suas residências, moradores do bairro...

UCL reverterá inscrições no vestibular em doações para grupo de proteção animal de Jacaraípe

A UCL, em Manguinhos, promoverá um vestibular especial pós-Enem, no próximo dia 06 de fevereiro, e os estudantes que...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há seis anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Trecho de subida para o topo do Mestre Álvaro. Foto: Guardiões do Mestre

A Prefeitura da Serra anunciou na manhã desta terça-feira (8) que vai implantar trilhas sinalizadas em cinco locais do Mestre Álvaro. A montanha é muito frequentada por aventureiros, que sempre reivindicaram melhorias e placas com informações para turistas e moradores que queiram visitar e conhecer o ponto turístico da cidade.

No total, serão feitas cinco trilhas, e uma delas será com acessibilidade para deficientes visuais. A expectativa do Município é iniciar as melhorias no início do próximo ano. A ‘Trilha Norte’ – considerada a mais extensa pela prefeitura – será a primeira a receber as novidades. A informação foi dada pela secretária de Meio Ambiente, Áurea Galvão.

Segundo ela, as cinco trilhas escolhidas já existem e são utilizadas no Mestre Álvaro. Agora, o Município vai instalar sinalização, melhorar os acessos, adicionar itens de segurança, cordas, e serão feitas placas de identificação de cada espaço, em português e inglês. Além de outras com Braille, na trilha para deficientes.

“Nós fizemos um estudo, e isso é uma reivindicação das comunidades e ONGs, e identificamos a necessidade de melhorias nas trilhas e na sinalização. Escolhemos cinco trilhas principais, que já estão em uso e vamos realizar essas melhorias. Já estamos finalizando o estudo e concluindo os projetos. A expectativa é as obras comecem em 2020”, explicou a secretária.

Ainda segundo Áurea, serão gastos aproximadamente, de R$ 2 milhões para colocar o projeto em prática. “Ainda estamos concluindo os projetos executivos e temos uma estimativa de valor, que varia entre R$ 300 e R$ 400 mil por trilha. Assim que concluirmos, teremos os valores mais aproximados”, destacou a secretária que disse ainda que o topo da montanha também receberá melhorias de acesso.

O Mestre Álvaro possui 833 metros de altitude e uma trilha até o topo pode ser feita em até 4h30, mas o tempo varia de um local para o outro. Segundo a Prefeitura da Serra, assim que as obras serem iniciadas, serão gastos de três a quatro meses para finalizar cada trilha.

Ativista diz que mudanças são necessárias

As mudanças anunciadas pela Prefeitura da Serra eram reivindicações antigas de ativistas e ONGs que protegem o Mestre Álvaro. Junior Nass, do Guardiões do Mestre, classificou as melhorias como boas e disse que os trilheiros precisam de mais informações e melhores acessos.

“Eu acho a ideia muito boa. Se realmente as obras começarem, é algo muito interessante que precisa ser feito. Temos que ter nas trilhas as informações e o acesso melhorado, principalmente na subida do topo, onde se encontra uma das maiores dificuldades”, avaliou Junior Nass.

Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há seis anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!